Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/08/21 às 10h54 - Atualizado em 13/08/21 às 11h29

Variedade de mandioca testada pela Emater-DF e Embrapa Cerrados apresenta dobro de produtividade

Cultivar está sendo analisada no Núcleo Rural da Taquara

 

Os primeiros resultados dos testes de validação da variedade da mandioca amarela BRS 429, no Núcleo Rural Taquara, foram medidos e a resposta foi satisfatória.  A média de produtividade obtida a partir da amostragem foi de 71,5 toneladas por hectare, mais do que o dobro da média das variedades comumente usadas no Distrito Federal, que fica entre 30 e 35 toneladas por hectare.  O trabalho é uma parceria entre a Emater-DF e a Embrapa Cerrados, que desenvolveu a variedade.

 

O extensionista e gerente do escritório da Emater-DF na Taquara, Fabiano Carvalho, relata que os testes foram feitos em três canteiros de 60 metros de comprimento cada, na propriedade do agricultor familiar Daniel José Lopes, 69 anos, e do filho dele, Hugo Leonardo Lopes da Silva, 39 anos. Com a aplicação de todas as orientações técnicas foi possível obter sucesso na produtividade.

 

 

“Para chegar a esses resultados é preciso plantar em canteiro, com cobertura de lona mouching, adubação de base e em cobertura e irrigação por gotejamento. Tudo isso contribuiu para o aumento da produtividade e a maior uniformidade da raiz”, ressaltou Fabiano Carvalho. Os primeiros resultados foram colhidos nesta semana.

 

Carvalho destaca que a mandioca BRS 429 é uma boa alternativa para os produtores fazerem rotação de cultura em áreas de cultivo de tomate e pimentão, por exemplo.

 

“Estou citando estes dois exemplos porque são culturas bastante exigentes em fertilidade e, por conta disso, nos locais onde o produtor tenha feito toda a adubação necessária para elas, o solo já está bastante corrigido. Neste caso, ele não precisa nem da adubação de base e ainda consegue fazer a rotação com uma cultura barata e bastante produtiva”, sugere.

 

O produtor Hugo Lopes ficou satisfeito com o resultado e deve ampliar o plantio da variedade para uma área entre um ou dois hectares – o tamanho vai depender da quantidade de ramas que ele conseguir extrair desta colheita. “Geralmente arranco mandioca com um ano. Essa, arranquei com 10 meses e com uma produtividade muito maior”, compara.

 

Hugo acredita que, comercialmente, a nova mandioca também terá boa aceitação. A coloração dela é um pouco mais amarelada que a convencional e o sabor, ele garante, que vai agradar: “Cozinhei aqui em casa já. Nossa, derreteu”!

 

Ouça abaixo em nosso Boletim de Rádio:

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

 

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br