Governo do Distrito Federal
27/06/22 às 14h10 - Atualizado em 27/06/22 às 14h10

Produtores de assentamentos de Padre Bernardo recebem atendimento da Emater-DF

COMPARTILHAR

Equipe da Emater-DF em Padre Bernardo (GO)

 

Uma equipe multidisciplinar da Emater-DF esteve no município de Padre Bernardo (GO) para atender produtores assentados das comunidades de Santa Helena e Antônio Juvêncio. Em uma semana, os extensionistas cadastraram pouco mais de 50% dos agricultores, que receberão atendimento da empresa por meio do programa Produzir Brasil, fruto de contrato com a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater).

 

De acordo com o médico-veterinário Álvaro Castro, que faz parte da equipe composta por oito profissionais, o grupo realizou uma força-tarefa para retomar os trabalhos. “Além do cadastro, fizemos alguns atendimentos pontuais, como recomendações técnicas, diagnósticos e orientações”, informou. “A gente também fez um levantamento inicial de interesses, o que vai nortear nossas ações nas próximas visitas”, acrescentou Álvaro. O trabalho foi realizado entre os dias 20 e 24 de junho.

 

O assentado Domingos, ao lado da esposa, celebra o atendimento

Nos dois assentamentos, o forte é o cultivo de hortaliças, com destaque para mandioca, milho e abóbora. A expectativa é aumentar a produção, com boas chances para a criação de peixes, plantio de frutas e avicultura — ovos e frango de corte. “A recepção dos assentados foi extramemente positiva. São comunidades com alguma carência e a perspectiva de abrir possibilidades de elevação da renda são muito boas”, avalia o médico-veterinário.

 

O modelo de atendimento aos assentamentos não prevê uma equipe fixa para acompanhar os agricultores. “Isso nos dá uma vantagem porque podemos escalar profissionais de diferentes especialidades, dependendo das necessidades dos assentados”, explica Álvaro.

 

Os produtores Domingos Alves e Ivani Sousa Alves (64 e 57 anos, respectivamente) moram desde 2003 no assentamento Santa Helena, em Padre Bernardo, e cultivam milho, feijão e mandioca para o consumo próprio. O excedente é vendido em feiras, como a da Taboquinha. Segundo Domingos, o trabalho dos extensionistas da Emater-DF chegou em boa hora. “A coisa não tá boa, mas tenho certeza que com o cadastro e a presença deles [extensionistas da Emater-DF] vai melhorar a nossa vida. A gente sente muita falta da orientação e esse atendimento vai ser excelente para todos nós”, avaliou o produtor.

 

O contrato com a Anater prevê o atendimento a outros três assentamentos no Distrito Federal: Oziel Alves III, Marcia Cordeiro Leite e Pequeno William — todos na região administrativa de Planaltina. Ao todo, 374 famílias estão sendo beneficiadas. O valor do convênio é de R$ 1,42 milhão, sendo que a agência federal cobre 70%, ou seja, aproximadamente R$ 955 mil.

 

Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br