Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/09/15 às 12h14 - Atualizado em 29/10/18 às 11h35

Vidas transformadas

 

Não é apenas um programa governamental que transforma a vida de pessoas em situação de extrema pobreza. É a união e articulação de várias políticas e programas que contribuem para que a mudança ocorra de forma mais rápida e efetiva. No Distrito Federal, beneficiários do programa Brasil Sem Miséria – Inclusão Produtiva Rural (BSM) estão se transformando em agricultores familiares.

 

O valor de R$ 2,4 mil do BSM tem impulsionado atividades produtivas, desenvolvidas com a assistência técnica da Emater-DF. Agora, além de alimentar melhor a família, a produção excedente começa a gerar renda por meio das compras institucionais — onde o governo adquire alimentos de agricultores familiares para distribuí-los a entidades socio-assistenciais.

 

Mais de 60 beneficiários do BSM estão inscritos para entrega de produtos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O agricultor José Félix de Moura, do assentamento Oziel Alves (Planaltina-DF), é um deles. Com o fomento recebido, ele começou a criar galinhas e a plantar milho, feijão, abóbora, amendoim, maracujá, cana, banana e mandioca.

 

“Por enquanto, usamos a maior parte para consumo da família, mas quero começar a ter mais produtos para vender”, conta José Félix, que já tem planos para o próximo ano. Ele espera aumentar a área de produção do maracujá BRS Pérola do Cerrado, desenvolvido pela Embrapa. A fruta têm gerado resultados positivos para agricultura familiar do Distrito Federal, pois tem alto valor agregado e pode ser destinada a indústrias de sucos, sorvetes, doces e para o consumo in natura, já que a polpa tem sabor mais adocicado.

 

De acordo com a assistente social Maria Bezerra, da Emater-DF, produzir e ter excedentes para acessar mercados tem sido uma importante estratégia para garantir que as famílias participantes do programa acessem políticas públicas da agricultura. “O principal objetivo é romper com o ciclo de exclusão da extrema pobreza. Temos feito isso por meio de atividades produtivas continuadas, não só com assistência técnica à produção, mas também com atenção às necessidades sociais das família”, esclarece.

 

Carolina Mazzaro

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br