Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/02/15 às 15h26 - Atualizado em 29/10/18 às 11h23

Programa leva novas moradias e mais qualidade de vida ao campo

 

Mais 16 famílias do Assentamento Fazenda Larga, em Planaltina-DF, foram beneficiadas nesta sexta-feira (6) com a entrega de casas construídas por meio do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) – que compõe o “Minha Casa, Minha Vida”. Outros 16 produtores rurais da comunidade já foram beneficiados nos dois anos anteriores. A estimativa da Emater-DF é garantir que mais de 400 famílias do Distrito Federal sejam inseridas no programa nos próximos anos, com um investimento de R$ 12 milhões.

 

“Vocês trouxeram R$ 1 milhão para a comunidade sem perceber. Unidos, por associação, vocês é que conseguiram essas casas”, disse o presidente da Emater-DF, Argileu Martins, durante a solenidade de entrega das moradias. Ele destacou, também, que a Emater, Secretaria de Agricultura e a Ceasa continuarão trabalhando para que as famílias tenham uma vida digna no campo. “Quando nossos técnicos atendem a comunidade, não queremos apenas o aumento da renda das famílias, mas também a melhoria da qualidade de vida”, falou Argileu.

 

O secretário-adjunto de Agricultura, Sebastião Márcio Lopes, disse que “o produtor é responsável pela fartura que temos na mesa, pela água que bebemos e pela qualidade do ar que respiramos. Um cidadão de tamanha importância deve morar com dignidade. Desejamos que isso seja mais do que uma casa, mas um verdadeiro lar”.

O presidente da Associação dos Produtores Rurais da Fazenda Larga (Aprofal), Jair Francisco Pinto, acredita que nada se consegue sozinho. “Tudo depende de parceria, desde dentro das nossas casas até com as instituições públicas”, falou.

 

Jacob Gomes Barbosa recebeu a nova moradia e acredita que “para morar na roça também é preciso ter qualidade de vida”. Ele possui 11 estufas para produção de pimentão e tomate, que foram construídas com o apoio de outra política pública, o Pronaf Mais Alimentos. Ele e o irmão, Zaqueu Barbosa também comercializam os produtos para o Programa de Aquisição de Alimentos, por meio da Cootaquara.

 

A solenidade de entrega também teve a participação do diretor-executivo da Emater-DF, Rodrigo Marques, da administradora de Planaltina, Dinalva Cantallops, do presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural, Edson Redondo, da representante da unidade da Emater-DF em Taquara, Jane Batista, e do gerente da Emater no Pipiripau, Magela Gontijo e o coordenador do PNHR na Emater-DF, Marcelo Costa Silva.

 

Quem pode — São beneficiárias do PNHR as pessoas físicas, agricultores familiares e trabalhadores rurais, com renda familiar bruta anual até R$15 mil, comprovada mediante declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), no caso de agricultores familiares. São também beneficiários do programa e se enquadram como agricultores familiares: pescadores artesanais; extrativistas; silvicultores; aquicultores, maricultores, piscicultores; comunidades quilombolas; povos indígenas; outras comunidades tradicionais. O valor de cada casa pode ser de até R$ 28,5 mil para construção e R$ 17,2 para reforma. Os recursos são administrados pelas associações e cooperativas de trabalhadores rurais, que deverão ser associados.

 

 

Carolina Mazzaro

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br