Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/04/16 às 13h58 - Atualizado em 29/10/18 às 11h37

Presidente da Emater-DF defende celeridade para o início das atividades na Anater

 

Extensionistas rurais e lideranças do setor se reuniram ontem (31) e hoje (1º) para debater o fortalecimento da extensão rural pública estatal e da agricultura familiar durante a Conferência Nacional Temática dos Trabalhadores da Ater Pública. Durante o encontro serão produzidas 30 propostas, a serem levadas à 2ª Conferência Nacional de Ater (CNATER), em junho.

 

Para o presidente da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), Paulo Cabral, o trabalho do extensionista traz conscientização aos agricultores sobre quais são as políticas públicas mais adequadas para a agricultura familiar. “Para isso, precisamos revigorar a extensão rural pública e universalizar o serviço. Isso passa também pela valorização dos trabalhadores da extensão, que precisam ter bons salários, boa estrutura e boa formação”, observou.

 

Já o diretor do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater) do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Marenilson Batista da Silva, lembrou que é preciso garantir o espaço da Ater pública no atual momento. “O fortalecimento da Ater pública garante a produção de alimentos de qualidade em todo o país”, arrematou.

 

Respeito aos extensionistas e às Emateres

 

De acordo com o presidente Emater-DF e da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Ater (Asbraer), Argileu Martins, as conquistas dos trabalhadores da extensão foram bastante significativas, do fim da década de 1990 até hoje, mas a articulação e o envolvimento dos profissionais da área deve aumentar, para não haver retrocessos. “Nesse período, consolidamos um arcabouço legal que garante a prestação do serviço de forma mais eficiente ao agricultor”, falou Argileu. “A Ater mudou dos anos 1990 para cá. Temos que resolver rapidamente algumas coisas. Temos que construir a ponte com base forte. E a força está na base social. Existe quem queira travar a Anater. Queremos que a Anater avance. Ela é quem deve nortear a execução das políticas para a Ater no país.

 

Para Argileu, todos os setores da sociedade e do governo devem dar tratamento digno aos trabalhadores do setor e aos serviços prestados à população. “Precisamos que o Ministério da Agricultura reconheça a importância do serviço público estadual de Ater e ajude na consolidação da Anater para fazer a coordenação nacional. Os extensionistas do sistema público e as Emateres merecem respeito e de todos os setores do governo”, destacou.

 

Propostas:

 

O presidente da Asbraer, Argileu Martins, também defendeu propostas para o encontro. São elas:

 

– Garantir a participação sistêmica do governo federal no financiamento.

– Garantir que os recursos cheguem ao sistema oficial.

– Ter instrumento diferenciado para garantir recursos às entidades estaduais de Ater.

– Ter protagonismo no serviço do Estado.

– Reunir os interessados locais nas chamadas para a construção das chamadas.

– Garantir a implantação da Anater.

– Estabelecer articulação formal com os municípios.

– Consolidar um sistema de Ater nas esferas federal, estadual e municipal.

– Construir uma plataforma e uma rede de formação continuada de Ater.

 

O encontro teve também a participação do deputado federal Zé Silva, que defendeu mais participação dos extensionistas no processo democrático. “Se a extensão rural não sair só da trincheira técnica e entrar para a organização sindical, política, conquistando – através do voto popular – cadeiras nas câmaras, prefeituras, assembleias e no congresso nacional, possivelmente teremos muitas dificuldades de sobreviver. E fazemos um serviço tão essencial à nação brasileira, tão importante; que existe há mais de sete décadas”, avaliou.

 

A conferência, realizada em Brasília, é organizada pela Federação Nacional dos Trabalhadores da Assistência Técnica e Extensão Rural e do Setor Público Agrícola do Brasil (Fazer) e conta com a participação de extensionistas de todo o país.

 

Ascom/Asbraer

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br