Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/11/19 às 11h09 - Atualizado em 11/11/19 às 11h09

Extensionistas da Emater-DF aprendem sobre produção de sementes agroecológicas

 

Curso aconteceu na última sexta-feira (8), na sede da Embrapa Cerrados

 

Como parte da programação do convênio de formação e capacitação de agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) da Emater-DF, os técnicos da empresa se reuniram na Embrapa Cerrados para discutir a produção de sementes de base agroecológica. O curso foi ministrado pelo pesquisador da Embrapa Cerrados Altair Toledo, que trabalha há mais de 30 anos com melhoramento genético.

 

Técnicos da Emater discutem planejamento de plantios orgânicos para produzir o ano todo

Em curso de agroecologia da Emater, Embrapa anuncia técnica inédita para avaliar saúde do solo

 

Os extensionistas aprenderam questões sobre agrobiodiversidade, genética da agroecologia, melhoramento genético participativo, produção de sementes de milho e outros cereais e técnicas de armazenamento de sementes. O pesquisador abordou as concepções do melhoramento participativo e a importância da produção para sustentabilidade.

 

De acordo com ele, existem três componentes básicos do melhoramento participativo: criação de variedades locais, trabalho com conservação e o empoderamento dos agricultores. “Os três componentes estão ligados ao conceito da agrobiodiversidade”, apontou.

 

Na abertura, o supervisor da área de Transferência de Tecnologia da Embrapa Cerrados, Sérgio Abud, falou sobre a importância do repasse de conhecimentos. “Esse é um momento muito importante porque não adianta só desenvolver tecnologia. Se essa tecnologia não chegar até o produtor, se ela não for utilizada, a gente não conclui, a gente não fecha esse ciclo. Hoje, integrar é uma forma de a gente dar sustentabilidade”, acrescentou.

 

Para o extensionista da Emater-DF Roberto Carneiro, as práticas agroecológicas precisam chegar aos produtores. “Faz uns 15 anos que a gente tenta iniciar um trabalho desses. Como o nosso público [produtores] é interessado no tema da agroecologia e é um público que tem crescido, agora vai se tornar possível desenvolver esse trabalho”, ressaltou.

 

O curso foi realizado na sexta-feira (8), durante todo o dia. De manhã, a parte teórica foi ministrada na Embrapa Cerrados. A parte prática foi realizada no Instituto Federal de Brasília, onde os extensionistas puderam conferir de perto os modelos ensinados na parte teórica.

 

 

A Emater-DF
Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

 

 

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br