Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/01/17 às 14h13 - Atualizado em 29/10/18 às 11h39

Extensão rural leva fartura a agricultor

 

Assentado da reforma agrária em Formosa (GO) planta abóboras com apoio da Emater-DF e planeja aumentar produção e renda 

O baiano Juvenal Oliveira de Jesus chegou ao Distrito Federal há pouco mais de trinta anos. Durante esse tempo, chegou a trabalhar na cidade, em lojas, além de ser empregado de fazendas na região. Desde 2008, ele reside no assentamento Fartura, no município de Formosa (GO). Com o apoio da Emater-DF, Juvenal passou a plantar abóboras e hoje, tem uma produção de destaque na comunidade.

 

O assentamento foi implantado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que contratou a Emater-DF via chamada pública em 2014 para prestar assistência técnica às 163 famílias do local. A maioria dos assentados do Fartura — que fica em uma das regiões mais bonitas do Leste Goiano, cercada de serras — trabalha com a chamada “agricultura de subsistência”, mas a atuação da empresa brasiliense, aos poucos, vai mudando a paisagem. “Vários agricultores já estão produzindo com o objetivo de comercializar. O Juvenal é um deles”, exemplifica o gerente do escritório da Emater-DF em Formosa, João Colemar.

 

Juvenal conta que, em outubro de 2016, sua mulher, Maria Regina Carneiro dos Santos, buscou informações sobre crédito para micro-empresas do Banco do Povo, do governo de Goiás. Quando reuniu os detalhes do fomento, procurou o escritório da Emater-DF, onde João Colemar e sua equipe se prontificaram a elaborar o projeto de crédito. O casal conseguiu, então, R$ 10 mil, que foram investidos em equipamentos de irrigação — bomba, tubulação — além de sementes e outros insumos.

 

Boa saída — Colemar explica que a abóbora é um produto não perecível, de maior durabilidade pós-colheita e boa saída no mercado, por isso a escolha. “As hortaliças em geral se adaptam bem à região, por causa do clima quente e do solo arenoso”, conta. A colheita de Juvenal comprova a tese. “Eu achava que ia colher 500 sacos nessa primeira leva, mas estou percebendo que vou colher muito mais”, comemora.

 

O agricultor planeja diversificar sua cultura em breve. “Se eu plantar apenas um produto, a terra pode exaurir. Por isso, pretendo investir em mandioca e pimentão”, conta. Outro plano de Juvenal é fazer a transição agroecológica, para colocar no mercado alimentos ainda mais limpos e saudáveis.

 

As dificuldades do assentamento — que fica a 100km da sede do município de Formosa, sendo que três quartos da estrada são de terra — não são obstáculo para Juvenal. “Sou da roça, onde me criei e aprendi a trabalhar. Hoje tenho minha kombi, posso fazer o transporte dos alimentos até as feiras e mercados de Formosa. Além disso, ganho o dobro ou mais trabalhando para mim mesmo”, conclui.

 

Atuação — A Emater-DF atende a 29 assentamentos de reforma agrária em oito municípios goianos do Entorno do Distrito Federal. Destes, 17 estão em Formosa, num total de 1,7 mil famílias. O contrato da empresa com o Incra foi assinado em 2014, e pode ser renovado por até cinco anos.

 

0901 juvenal_bomba

Bomba de sucção foi comprada com recursos de financiamento

 

0901 juvenal_irrigao

Modelo de irrigação escolhido foi por aspersão

 

0901 juvenal_e_colemar
Juvenal e o extensionista da Emater-DF, João Colemar, comemoram a colheita

 

0901 juvenal_porto
O assentamento Fartura fica em uma das regiões mais bonitas de Goiás

Rinaldo Costa
Assessoria de Comunicação – Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br