Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/09/19 às 11h57 - Atualizado em 24/09/19 às 10h52

Entidades discutem desafios da floricultura nacional em evento na FestFlor 2019

 

O extensionista da Emater-DF Cleison Duval durante oficina na FestFlor

 

Fortalecer a cadeia produtiva de flores debatendo os desafios e avanços na floricultura nacional foi o objetivo da oficina realizada pela Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) na FestFlor Brasil 2019, nesta sexta-feira (20).

O encontro contou com representantes das emateres do Mato Grosso, Tocantins, Pará, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Goiás e Distrito Federal. Agrônomos, estudantes e interessados no tema também participaram.

 

Floricultores usam tecnologia para vencer crise hídrica e aumentar produtividade
Empresário conta como descobriu potencial online do mercado de flores
Com expectativa de receber 50 mil pessoas em 4 dias, FestFlor começa nesta quinta

 

A coordenadora de Floricultura da Emater-DF, Loiselene Trindade, e o extensionista da empresa Cleison Duval apresentaram as principais dificuldades do mercado na capital e os números de produção e vendas na região.

 

A coordenadora de Floricultura da Emater-DF, Loiselene Trindade, no lançamento da Expedição-safra

 

Cada representante das emateres também apresentou os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) oferecidos na sua região, as dificuldades e os desafios. O objetivo foi trocar experiências e discutir propostas de ações que possam ampliar a cadeia produtiva e de comercialização de flores e plantas ornamentais no país.

 

No ano passado, esse mercado movimentou mais de R$ 10 bilhões em todo o país. No Distrito Federal, a cadeia produtiva movimenta R$ 210 milhões por ano, gerando cerca de 3 mil empregos. O DF é o terceiro maior mercado consumidor do Brasil em termos absolutos e o maior per capita, com um gasto médio pouco superior a R$ 44, contra R$ 26 da média nacional.

 

A presidente Denise Fonseca conversa com o presidente da Fape-DF, Fernando Ribeiro, na FestFlor

 

A presidente a Emater-DF, Denise Fonseca, vê espaço para que o mercado local seja ampliado, inclusive com o uso do aeroporto JK como centro de exportação de flores e plantas. “Nossa intenção é fazer com que nossos produtores ganhem mais escala por meio de inovações e assistência de nossos extensionistas para que as cadeias de produção e comercialização se desenvolvam ainda mais”, disse.

 

Nesse sentido, explica, a Emater está buscando parcerias com o Chile, para que os técnicos da empresa possam se capacitar ainda mais para atender as necessidades dos produtores do Distrito Federal.

 

Flor de produtor do Distrito Federal à venda em um dos 200 estandes da FestFlor

 

Atualmente, 139 produtores do Distrito Federal vivem exclusivamente da produção de flores e plantas ornamentais, segundo a coordenadora de Floricultura Loiselene Trindade. A área plantada é de 580 hectares.

 

Expedição-safra

Para diagnosticar as necessidades dos produtores, a Emater, em parceria com a Secretaria de Agricultura, a Ceasa e outros órgãos vão fazer um diagnóstico do setor a partir de levantamentos na ponta da cadeia, por meio de a questionários direcionados aos produtores. ”O grupo vai direto no produtor, levanta informações e também faz reuniões em algumas regiões com momentos de conversa. É um grande grupo de trabalho”, disse Loiselene.

 

A expedição une todos os órgãos ligados à agricultura do DF em busca de fomentar a economia do setor. “O objetivo maior dessa expedição é que a floricultura cresça, se desenvolva, traga renda e emprego para todos”, ressaltou o superintendente Federal de Agricultura, William Barbosa.

 

Wilder Santos (Ceasa), Dilson Resende (Seagri) e William Barbosa (Secretaria Federal de Agricultura)

 

 

O presidente da Ceasa, Wilder Santos, lembrou que a última pesquisa foi realizada há mais de dez anos e que essa expedição vai servir para fortalecer a cadeia, tanto no âmbito da produção quanto da comercialização.

 

O secretário de Agricultura, Dilson Resende, destacou a união do setor para fazer crescer a produção no DF. “A expedição-safra é uma experiência exitosa. Ela vê tanto o lado de produção como também qual é a perspectiva do produtor e do governo”, apontou.

 

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO DESTE SÁBADO E DOMINGO DA FESTFLOR

 

 

==> 21 de Setembro (Sábado)

 

– Seminário de Paisagismo

10h – “Jardins Sustentáveis: o mito, o mato e o fato”

Ministrante: Eduardo Gonçalves

11h – “Paisagismo Profissional e Consciente”

Ministrante: Simone Ribeiro

12h – Almoço

14h – “Museu das Flores da UnB: sobre a arte da jardinagem e o encanto dos jardins”

Ministrante: Julio Pastore

 

15h – “Ecologia, Sustentabilidade, Vibracional e Evoluções até o Neuropaisagismo”

Ministrante: Toni Backes

16h – Intervalo

16h45 – “O Futuro do Paisagismo”

Ministrante: Gustaff Winters

18h15 – Encerramento

 

– Oficinas

Espaço Tulipa

11h – “Workshop de Quadro Vivo de Suculentas”

Ministrante: Cláudio Stuart – Elemental

14h – “Arranjos Corporativos”

Ministrante: Batista Reis

16h – “Técnicas de Confecção de Kokedama”

Ministrante: Gustavo Gall

17h – “Arranjos para o Dia a Dia”

Ministrante: Paulo Yoshida

 

Espaço Angélica

11h – “Arranjos Florais”

Ministrantes: Carlos Weiss e Juliana Hammes

14h – “Como não Matar suas Orquídeas”

Ministrante: João Batista – Orquidário Batista

16h – “Gastronomia Floral”

Ministrante: Chef Lurdinha Pat&Lu

17h – “Arte de Ikebana – Expressão e Forma”

Ministrante: Filomena Kotaka

 

– Eventos gratuitos do dia 21 (Palco)

12h – Oficina Demonstrativa de Arranjos com Flores do Cerrado com Higor Lima

17h30 – Oficina Demonstrativa de Arranjos com Rodrigo Resende

19h – Desfile Show com Carlos Weiss e Juliana Hammes

 

 

==> 22 de Setembro (domingo)

 

– Workshop de Floricultura

10h – Credenciamento

11h às 12h30 – Arquitetura na Decoração de Eventos

Palestrante: Tais Puntel

12h30 – Almoço

14h às 16h30 – Arranjos Florais Suspensos

Palestrante: Paulo Yoshida

16h30 – Encerramento

 

– Espaço Tulipa

11h – “Arranjos Florais”

Ministrante: Igor Lima – Design Floral

14h – “Orquídeas – Manejo de Doenças e Adubação”

Ministrante: André Marques – Orquidário Colorado

16h – “Suculentas – Doenças e Modo de Prevenção”

Ministrante: Carla Camargo – Casa Verde

 

– Espaço Angélica

11h – “Mesa Posta: Planejando a Arte de Receber”

Ministrante: Lorene Neves – Aurora Decor

14h30 – “Horta Urbana – Soluções para Casa, Apartamentos e Jardins”

Ministrante: Bruno Summá

 

– Eventos gratuitos do dia 22 (Palco)

12h – Oficina Demonstrativa de Arranjos Corporativo, com Batista Reis

17h – Desfile-show, com Carlos Weiss e Juliana Hammes

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que integra o Sistema Agricultura do Distrito Federal junto com a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Ceasa. A Emater atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br