Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/08/19 às 9h16 - Atualizado em 27/08/19 às 11h30

Encontro técnico com produtores marca abertura da 24ª Festa do Morango

Produtores de morango participam de oficina de controle biológico, em 2018

 

Acontece nesta terça-feira (27) o Encontro Técnico do Morango, na sede da Associação Rural Cultural Alexandre de Gusmão (Arcag), em Brazlândia. O encontro marca o início das atividades da 24ª edição da Festa do Morango, que tem a sua abertura oficial na noite do dia 30 de agosto, com o tradicional corte do bolo.

 

Voltado para os produtores de morango, o encontro técnico trará palestras sobre rastreabilidade de produtos vegetais e sobre o controle biológico de pragas na cultura do morango. “Os temas escolhidos fazem parte do trabalho que vem sendo feito pela Emater de boas práticas agrícolas na cultura do morango”, explica o técnico agrícola e gerente do escritório da Emater-DF em Alexandre de Gusmão, Hélio Roberto Lopes.

 

Inovação tecnológica para a cultura do morango

Turismo rural apresenta a lavoura do morango

 

Entre as diversas ações de boas práticas está a redução no uso de agrotóxicos. Para isso, uma alternativa é inserir de forma controlada na lavoura que sofre com a praga do ácaro rajado um outro ácaro predador natural. Ao se alimentar do inseto, o predador vai reduzir ou até mesmo eliminar a necessidade de aplicação de agrotóxico na cultura. A tecnologia é chamada de controle biológico, porque usa os princípios naturais para realizar o manejo.

 

Encontro técnico de 2018 apresentou o manejo do ácaro rajado no plantio de morango

 

Segundo o gerente, a Emater-DF tem buscado levar ao agricultor tecnologias para redução no uso de agrotóxicos e inovações para melhorias da produção. A palestra pretende orientar o agricultor sobre a logística de aquisição e transporte do ácaro predador da principal praga do morango na atualidade. “Não adianta apresentar o controle biológico como uma alternativa, se o produtor não tiver como acessar essa tecnologia”, afirma Lopes.

 

A programação inclui ainda orientações sobre a rastreabilidade, que trata do cumprimento de exigências que permitem rastrear um determinado produto, conhecendo a sua origem. A partir do conhecimento da origem, caso o agricultor mantenha os devidos registros, é possível fazer um controle da qualidade daquele produto, conhecendo as condições em que ele foi cultivado.

 

“Vamos orientar sobre as exigências da instrução normativa do Ministério da Agricultura sobre o assunto, para que o produtor venha a se adequar e isso possa garantir a qualidade do produto que chega para o consumidor”, diz Lopes.

 

Agricultor deve manter registros de seu cultivo para viabilizar a rastreabilidade

 

Festa do Morango

A Festa do Morango acontece nos dias 30 de agosto e 31 de agosto e 1 de setembro e 6,7 e 8 de setembro e conta ainda com oficinas gastronômicas com a fruta, apresentações musicais, venda de morangos e de alimentos, concurso de receitas, exposição agrícola, feira de flores e folhagens e a excursão colha e pague. “Já começamos a montagem da Morangolândia, que é o espaço de comercialização da fruta in natura e dos alimentos feitos à base de morangos”, afirma Magali Avila Fortes, gerente do escritório da Emater-DF em Brazlândia.

 

A festa acontece no período da safra do morango, com a finalidade de incentivar o consumo e a comercialização do fruto. A produção de morango em Brazlândia ocupa cerca de 150 hectares em campo aberto. São mais de 200 produtores, a maioria agricultores familiares. A previsão é que a região colha mais de 5,4 mil toneladas do fruto até o final da safra.

 

 

Serviço:

24ª Festa do Morango de Brazlândia

De 30 de agosto a 8 de setembro

Local: sede da Associação Rural e Cultural Alexandre de Gusmão (Arcag) – BR-080, km 13, Brazlândia

Entrada gratuita

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que integra o Sistema Agricultura do Distrito Federal junto com a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Ceasa. A Emater atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br