Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/11/17 às 12h04 - Atualizado em 29/10/18 às 11h43

DF terá unidades de referência de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta

 

Insumos para implantação das unidades começaram a chegar à Emater-DF

 

A recuperação de pastagens degradadas e Sistemas Integração Lavoura – Pecuária – Floresta (ILPF) são alternativas tecnológicas apoiadas pelo Plano de Agricultura de Baixo Carbono (Plano ABC) do Governo Federal e parte dos compromissos internacionalmente assumidos pelo Brasil perante a Organização das Nações Unidas (ONU) para reduzir as emissões dos gases causadores do efeito estufa.

 

Para alinhar o Distrito Federal com a Política Nacional de Mudanças Climáticas (PNMC), em 2012, foi instituído o Plano ABC – DF e assinado convênio com o Ministério da Agricultura (Mapa). Nesse convênio estão previstas capacitações para técnicos e produtores e implantação de unidades de referência para transferência de tecnologias.

 

Para a criação de quatro unidades de referência em ILPF, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) está adquirindo os insumos necessários, como sementes, adubos, cercas e mudas. As unidades serão criadas nas regiões de Planaltina, Paranoá e na Fazenda Águas Lindas da UnB, no Gama. No total serão 42 hectares, utilizados para estudos, demonstração da tecnologia e capacitação de técnicos e produtores rurais.

 

“Esse é um momento em que estamos nos deparando com os efeitos das mudanças climáticas e o Plano ABC é uma das alternativas para nos adaptarmos a essa nova realidade e incentivarmos uma agricultura mais sustentável”, diz o coordenador de gestão ambiental da Emater-DF, Sumar Ganem.

 

As tecnologias disponibilizadas pela pesquisa agropecuária e que fazem parte do Plano ABC são: recuperação de pastagens degradadas; Sistema Plantio Direto (SPD); Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF); florestas plantadas; Fixação Biológica de Nitrogênio (FBN); tratamento de dejetos animais. Além disso, há o incentivo à produção orgânica e linhas de financiamento específicas para produtores que querem adotar tais práticas, com taxa de juros de 7,5% ao ano.

 

Para saber mais sobre o Plano ABC e as linhas de crédito disponíveis, basta procurar a unidade da Emater-DF mais próxima da propriedade.

 

Veja aqui a lista com endereços e telefones dos escritórios.

 

ILPF 2_03.11

 

Carolina Mazzaro

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br