Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/03/20 às 9h21 - Atualizado em 30/03/20 às 9h31

Confira o que está autorizado a funcionar no setor de comércio e serviços agropecuários

 

Entre as medidas de combate à disseminação do coronavirus, o Governo do Distrito Federal decretou o fechamento de escolas, bares e restaurantes, parques e, inclusive, do comércio considerado não essencial. Para quem precisa de produtos e serviços do setor agropecuário, no entanto, existem diversos estabelecimentos autorizados a funcionar.

 

Confira aqui as listas com os pontos de comercialização e os contatos dos produtores para solicitação de entrega.

 

É o caso do comércio estabelecido varejista e atacadista de hortifrutigranjeiros, peixarias e mercearias. Casas agropecuárias, pet shops (com produtos ou serviços saneantes ou venda de medicamentos veterinários), clínicas veterinárias (para emergências) também têm autorização para funcionar.

 

Mesmo autorizados, nem todos os estabelecimentos estão abertos. Segundo o produtor Antônio Enoilde, produtor da região de Brazlândia, muitos não abrem todos os dias e têm os horários de funcionamento restrito. “Já está mais difícil de encontrar algumas coisas e têm outras que com certeza vão ficar mais caras”, acredita ele.

 

Na Ceasa, o chamado Varejão e o Mercado da Agricultura Familiar, configurados como feiras populares, foram fechados. Isso porque as feiras livres, permanentes ou populares, não poderão funcionar para venda direta ao consumidor no local, mas apenas serviço de tele-entrega (delivery), a fim de evitar as aglomerações.

 

Já o Mercado Livre do Produtor da Ceasa, conhecido como Pedra, e as vendas no atacado continuam funcionando, mas com a adoção de medidas preventivas contra a proliferação do vírus.

 

A Diretoria de Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde (SES), em parceria com a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil, vai visitar estabelecimentos comerciais e serviços de delivery para orientar quanto aos cuidados necessários para evitar o contágio e disseminação do coronavírus.

 

A ação teve início na última terça-feira (24) e a ação faz parte da série de medidas tomadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) desde que o primeiro caso foi constatado no Distrito Federal.

 

 

A Emater-DF
Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br