Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/04/20 às 20h33 - Atualizado em 14/04/20 às 17h23

Com grandes contribuições à Emater-DF, morre a professora Yolanda Mercedes de Oliveira

 

A professora aposentada da Universidade de Brasília Yolanda Mercedes Silva Camps de Oliveira (dir.)

 

Morreu na madrugada desta quinta-feira (9) a professora da Universidade de Brasília (UnB) Yolanda Mercedes Silva Camps de Oliveira. A informação foi confirmada pela universidade em nota à Emater. Ela era professora aposentada da Faculdade de Ciências da Saúde da UnB. A universidade não informou a causa da morte.

 

Com sua formação e especialização em Saúde Pública, a professora teve grande atuação em diversos projetos da Emater-DF. Sua colaboração na empresa teve início nos anos 1990, quando era funcionária do antigo Instituto de Saúde de Brasília, com o trabalho de saúde e saneamento da comunidade rural Córrego do Ouro, proporcionando abastecimento de água encanada aos moradores da região.

 

Em seguida, como professora do Laboratório de Higiene de Alimentos da UnB, contribuiu com outros trabalhos relevantes para a produção de alimentos com segurança sanitária em programas da Emater-DF como o PróFolhosas e a implantação do programa de Boas Práticas de Fabricação em agroindústrias.

 

Colaborou ainda em vários projetos de extensão na qualidade de alimentos com realização de análises microbiológicas em alimentos in-natura e processados e em análises de água de irrigação e de processamento para melhoria da segurança e qualidade dos alimentos produzidos pelos agricultores do DF. Capacitou vários extensionistas em Boas Práticas Agropecuárias e em Boas Práticas de Fabricação.

 

Professora Yolanda Mercedes de Oliveira (centro) durante treinamento de vaqueiros ordenhadores em Brazlândia, em parceria com a Emater-DF, no ano 2000

 

“A professora Yolanda adorava desenvolver trabalhos com os extensionistas, adorava ir a campo e interagir com as famílias de produtores. Era sempre bem-vinda em nossa instituição. Ela admirava os extensionistas pelas realizações no campo. Sem dúvida, ela merece todo respeito e consideração”, lamentou a extensionista da Emater-DF Sônia Cascelli.

 

A professora era graduada em veterinária pela Universidad de La Republica, no Uruguai, e tinha especialização, mestrado e doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo.

 

Atuava como professora-adjunta da Universidade de Brasília, pesquisadora do Núcleo de Pesquisa e Controle de Qualidade em Alimentos e professora de magistério superior da Universidade de Brasília. Tinha experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Pública e atuação principalmente nos temas de Higiene de Alimentos e Microbiologia de Alimentos.

 

A Emater-DF
Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br