Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/11/17 às 13h17 - Atualizado em 29/10/18 às 11h43

Assentados se unem para criar cooperativa

 

Entidade vai reunir agricultores de dez comunidades de reforma agrária e pretende produzir hortaliças e hortifrutigranjeiros sem uso de agrotóxicos 

 

Assentados de dez comunidades da reforma agrária do Distrito Federal se reuniram na manhã desta terça-feira (7) para debater a criação de uma cooperativa de produção de alimentos. O evento ocorreu no pré-assentamento Rosely Nunes (região administrativa de Planaltina) e contou com a participação de aproximadamente 50 pessoas. Técnicos da Emater-DF estiveram presentes.

 

O engenheiro agrônomo Carlos Antônio Banci, do escritório da empresa no núcleo rural Taquara, fez uma explanação sobre as principais vantagens do cooperativismo na produção rural. “A chance de ter sucesso na atividade é bem maior se os agricultores estiverem trabalhando em conjunto”, observou. O extensionista explicou que uma cooperativa funciona como uma empresa em que todos os cooperados colaboram e ganham de forma igual. “A entidade pode se organizar para adquirir insumos e a venda é coletiva”, destacou, lembrando que a logística de distribuição e comercialização deve ser bem planejada, pois a concorrência é forte.

 

Já o gerente de Projetos Especiais da Emater-DF, João Pires — que atende diretamente aos assentamentos —, disse que a empresa está empenhada em apoiar as comunidades nesse trabalho. “Nosso interesse é viabilizar a produção e comercialização, por isso estamos somando com vocês”, pontuou. Segundo João, essas comunidades, juntas, possuem 800 famílias em várias regiões do Distrito Federal.

 

Projeto agroecológico — A agricultora Edineide Rocha, do assentamento 8 de Março (região administrativa de Planaltina), contou que a cooperativa se dedicará ao plantio agroecológico de hortaliças e hortifrutigranjeiros, além da criação de pequenos animais. “Nosso cuidado é com a saúde do trabalhador, do consumidor e da natureza, por isso vamos trabalhar com produtos orgânicos”, disse ela. Edineide ressaltou ainda que o grupo pretende estimular atividades culturais como artesanato.

 

Durante a manhã, os assentados terminaram de elaborar, em cojunto, o estatuto da cooperativa, que terá uma sede no assentamento El Shaday, que fica localizado no núcleo rural Alexandre de Gusmão (região administrativa de Brazlândia). A princípio, 60 agricultores estão interessados em participar.

 

Rinaldo Costa
Assessoria de Comunicação – Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br