Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/09/15 às 12h23 - Atualizado em 29/10/18 às 11h35

Anuário destaca os bons resultados da Emater-DF

 

Consolidado como um material de informação e pesquisa, como ressalta em seu editorial, o Anuário Brasileiro da Agricultura familiar (2015/2016), em sua quarta edição, destaca alguns dos bons resultados da assistência técnica e extensão rural promovida pela Emater-DF. Entre esses resultados estão o uso da agroecologia para a preservação da água no Distrito Federal, a boa produção de morangos e algumas parcerias da empresa com a Embrapa.

 

A matéria “Mulheres do Campo usam a agroecologia para preservar água no DF” (pág. 224) mostra como as agricultoras familiares Maria do Socorro de Lima e Fátima Cabral fazem a diferença no campo, no que se refere ao investimento para que o Cerrado não venha a ter crise hídrica como outros estados brasileiros.

 

Em entrevista ao Anuário, o presidente da Emater-DF, Argileu Martins, ressaltou o bom resultado da preservação de água feita pelos agricultores familiares, com a assessoria dos técnicos da Emater-DF. “A Emater  identifica as formas de utilização de água, verifica se a propriedade tem áreas degradadas, se tem nascentes expostas, matas ciliares não cobertas, e organiza a recuperação das áreas de preservação permanente”.

 

Na matéria “Com a experiência que tenho no campo e a assistência técnica, minha produção pode crescer ainda mais” (pág. 238), a agricultora familiar Natividade Bezerra da Silva conta como os serviços de Ater a ajudaram a melhorar e aumentar sua produção de morangos, com orientação, inclusive, para que tivesse acesso a crédito do Pronaf.

 

Na página 356, a matéria que conta um pouco da história dos agricultores que viram produtores de água no Distrito Federal destaca a atuação dos 18 parceiros do programa Produtor de Águas do Pipiripau, entre eles a Emater-DF. E a matéria “Maracujazeiro Silvestre oferece quatro vantagens para o agricultor familiar” (pág. 400) faz um relato do bem sucedido produto cultivado, mais destacadamente, no Pipiripau.

 

O gerente do escritório do Pipiripau, o extensionista Geraldo Magela, revela que o BRS Pérola do Cerrado — como é conhecida esta espécie de maracujá —, vai representar um avanço na cultura do maracujá no Brasil. “Está sendo um sucesso e veio para ficar”, afirma Magela.

 

Finalizando, a matéria “Inovações de baixo custo facilitam a vida de horticultor familiar” (pág. 443) mostra como as tecnologias que se transformam em inovações pela via da forte parceria entre a Embrapa e a Emater-DF estão mudando para melhor a vida dos agricultores familiares que vivem nos núcleos rurais Rio Preto e Pipiripau.

 

Assessoria de Comunicação – Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br