Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/03/19 às 9h25 - Atualizado em 26/03/19 às 9h25

Água para todos

 

Em tempos de crises de abastecimento, cuidar das nascentes, reservatórios e cursos d’água é uma obrigação da sociedade e do estado. Em Brasília, o Governo do Distrito Federal tem feito sua parte, ao apoiar e desenvolver disversos programas de preservação. Na última sexta-feira (22) — Dia Mundial da Água —, a Emater-DF e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) lançaram o Programa Águas de São Sebastião, com o objetivo de dar mais atenção aos ribeirões e rios das áreas de proteção ambiental (APA) do Planalto Central e São Bartolomeu.

 

De acordo com o gerente do escritório da Emater-DF em São Sebastião, Ivan Castro, a região é repleta de lençois freáticos que abastecem não só a área urbana, mas também a zona rural. “Como em todo o Distrito Federal, temos uma preocupação com a sensibilidade hídrica do local. Por isso, tivemos a iniciativa de atuar junto com os produtores rurais para proteger as nascentes e rios que cortam São Sebastião e seu entorno”, afirma Ivan.

 

Para o gerente de Meio Ambiente da Emater-DF, Marcos Maia, ao cuidar das nascentes, o agricultor produz não só alimentos, mas também o próprio recurso. “Esse trabalho garante mais água para toda a população. Assim, quem ganha é o meio ambiente”, analisa. Já o presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do DF (Adasa), Paulo Salles, entende que o programa tem tudo para dar certo. “As mudanças climáticas interferem na vida de todos, inclusive na atividade agrícola. Temos de nos adaptar à nova realidade, adotando técnicas e tecnologias mais sustentáveis”, observa.

 

Em uma primeira etapa, o progama vai orientar os produtores rurais e identificar quais regiões são mais sensíveis. Em seguida, os órgãos envolvidos deverão fazer um planejamento das ações, com prazos e metas estabelecidos. “Adoção de curvas de nível, mini-viveiros, construção de bacias de captação, tanques lonados e outras práticas conservacionistas são algumas das metas do programa”, explica Ivan Castro. De acordo com o gerente da Emater-DF, o projeto deverá se estender por, no mínimo, três anos.

 

 


Marcos Maia, gerente de Meio Ambiente da Emater-DF: “com
esse projeto, todos ganham

 

 

Ivan Marques, gerente da Emater-DF em São Sebastião,
explica detalhes do funcionamento do projeto

 

Rinaldo Costa
Assessoria de Comunicação – Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br