Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/13 às 14h20 - Atualizado em 29/10/18 às 10h45

Agricultores de Barra Alta recebem patrulha de mecanização agrícola

 

A Associação dos Produtores Rurais de Barra Alta (Aproalta) recebeu conjunto de mecanização agrícola, nesta segunda-feira (10). A associação foi uma das vencedoras do edital nº 04/2012 da Secretaria de Agricultura, que selecionou duas entidades para usar as patrulhas agrícolas.

 

Para a presidenta da Aproalta, Estela Barreto, a entrega representa um divisor de águas à comunidade. “Esse investimento em equipamentos para a agricultura familiar vai proporcionar que produzamos de maneira correta. As políticas públicas estão chegando ao campo. Com isso a população rural vai permanecer aqui”, ressaltou.

 

Além das 30 famílias de agricultores associadas à Aproalta, cerca de 70 famílias serão beneficiadas com a patrulha de mecanização. Com a entrega já são 11 associações beneficiadas com o projeto.

 

A solenidade teve a participação de várias autoridades. Os estudantes da Escola Classe Barra Alta, além dos agricultores da região, também estavam presentes e receberam, simbolicamente, o conjunto de mecanização. “É importante as nossas crianças estarem presentes, pois são elas o futuro do campo”, disse a diretora Lucinéia Vieira. Os estudantes fizeram apresentação musical, muito aplaudida pelos presentes.

 

A diretora também lembrou que o projeto estimula a qualificação. “O deputado Joe Valle me falou da importância do aprendizado na área digital, pois, hoje, as máquinas agrícolas vêm com computador de bordo, então tem que ter qualificação para operá-las”, avaliou. “Não há investimento melhor do que o feito no homem”, finalizou.

 

Para possibilitar a melhor operacionalização do maquinário, a Secretaria de Agricultura organizou, juntamente com o Senar-DF, curso de qualificação para os agricultores, que receberam o certificado das mãos do secretário de Agricultura, Lúcio Valadão. Dos 14 participantes, quatro eram mulheres. “Agora que temos os maquinários, é importante ter qualificação para usá-los”, ressaltou Helena Hipólito, professora e, agora, tratorista. “Vai ajudar até para supervisionar e auxiliar o trabalho feito por pessoas que precisemos contratar”, ponderou Solange Ergang, outra participante do curso e produtora de grãos.

 

O deputado Joe Valle, que contribuiu na articulação para liberar os recusrsos da contrapartida do GDF, avaliou como positiva a atuação do governo em relação aos conjuntos de mecanização. “Toda vez que um secretário de governo trabalha direito, que um administrador trabalha direito é por que um governador deu oportunidade para isso, e o governador Agnelo tem nos dado oportunidade para efetivarmos a entrega das patrulhas”, afirmou.

 

O secretário de Agricultura salientou a importância do envolvimento da comunidade para a conquista das políticas públicas. “É muito bom colaborar para melhorar a qualidade de vida da população de Barra Alta. Parabenizo a comunidade por ser uma das mais organizadas da área rural”, disse.

 

Valadão também ressaltou a visão estratégica que a atual gestão tem sobre a área rural. “De todos os governadores que o DF teve, o governador Agnelo foi o que mais fez pela área rural. As patrulhas resgatam a dignidade e a autoestima das pessoas do campo”, afirmou. “O nosso objetivo é que a vida da população melhore com essa política”, explicou.

 

O presidente da Emater-DF, Marcelo Piccin, também elogiou a atuação da população de Barra Alta. “As conquistas que estão sendo feitas são graças à organização da comunidade. A articulação com o poder público é fundamental. Nós, do poder público, temos a obrigação de viabilizar o acesso às políticas. O esforço do governador Agnelo e de toda a equipe do Sistema Público da Agricultura é para viabilizar estas conquistas. Agora, temos que aprofundar a estratégia de produção”, ressaltou.

 

Patrulhas de mecanização

As patrulhas de mecanização agrícola foram adquiridas por meio de contrato de repasse de recursos, firmado entre a Secretaria de Agricultura/GDF e o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), por intermédio da Caixa Econômica Federal, graças a emenda parlamentare do deputado federal Pitiman.

 

Com o contrato de repasse, a Secretaria de Agricultura (Seagri) obteve 16 tratores e 65 implementos. As patrulhas de mecanização agrícola são disponibilizadas para associações e cooperativas agrícolas vencedoras dos editais lançados para seleção. Podem concorrer entidades agrícolas sem fins lucrativos. Para participar, as entidades devem apresentar projetos de acordo com as exigências dos editais. A ação faz parte dos objetivos estratégicos da Seagri para impulsionar o desenvolvimento rural.

 

As patrulhas agrícolas são formadas por trator agrícola (com 75 cv); grade aradora, de 14 discos de 26 polegadas; carreta agrícola, com capacidade para 4 toneladas; enxada rotativa com kit encanteirado e distribuidor de calcário e adubo orgânico com capacidade para 2,5 toneladas. A secretaria ainda tem cinco conjuntos de maquinários. As entidades agrícolas interessadas podem participar, conforme orienta o edital de chamamento público nº 5/2013, até 14 de junho.

 

As entidades podem solicitar apoio da Emater-DF, nas localidades onde atuam, para elaborar a proposta e preencher os formulários. Também poderão ter orientação sobre a documentação necessária para participar da concorrência.

 

 

Carolina Mazzaro

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br