Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/09/17 às 9h28 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

Agricultores aprendem boas práticas de colheita e pós-colheita

 

Curso, realizado nesta quarta-feira (20), apresentou práticas que devem ser adotadas para o aumento da qualidade e vida útil dos produtos e bem-estar dos produtores

 

Sabe-se que as perdas de frutas e hortaliças começam na colheita e ocorrem em todos os pontos da comercialização até o consumo. Mas com a adoção de Boas Práticas Agropecuárias (BPA), principalmente na colheita e pós-colheita, produtores e consumidores obtêm produtos com qualidade sanitária e com maior durabilidade.

 

Para que essas práticas sejam adotadas pelos produtores, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF) realizou, nesta quarta-feira (20), curso teórico e  prático para 15 agricultores da região administrativa de Planaltina. A atividade aconteceu na propriedade de Vilmar de Almeida, produtor orgânico que vêm adotando as boas práticas e está em processo de certificação pelo programa Brasília Qualidade no Campo – que atesta a adoção de ações que protegem a saúde de quem produz e de quem consome os alimentos.

 

Boas práticas

 

“As Boas Práticas Agropecuárias envolvem um olhar sobre toda a propriedade. São várias normas e procedimentos a serem observados que, além de tornar a produção mais rentável, com menos perdas e maior qualidade, asseguram a oferta de alimentos seguros, oriundos de sistemas sustentáveis”, explica a coordenadora do programa de BPA da Emater-DF, Letícia Martinez.

 

Em relação à colheita, os produtores puderam conhecer e entender a importância do uso de equipamentos de proteção individual (EPI), do uso de ferramentas adequadas e higienizadas, bem como a forma e ordem correta dos procedimentos de colheita.

 

Pós-colheita, o agricultor também deve estar atento aos aspectos que interferem na qualidade do produto. A extensionista da Emater-DF, Ana Paula Rosado, explicou e mostrou a estrutura necessária para higienização das hortaliças, destacando a importância da qualidade da água e todas as etapas da higienização das hortaliças.

Também foram tratadas as boas práticas no armazenamento, transporte e na comercialização dos alimentos.

Para o trabalhador rural José Nilton Costa muita coisa foi novidade. “Vi a importância de manter tudo limpo, de não deixar animais na área de produção, para a gente ter um produto melhor. Vou colocar em prática o que aprendi e sei que vai ajudar a conquistar novos clientes”, disse.

 

Já Basílio dos Santos, que antes era trabalhador rural, está começando sua própria produção e já quer seguir as boas práticas. “Acho importante fazer tudo certinho, começar já fazendo como deve ser feito e facilitando o acesso ao mercado”, conta.

 

Programa de Aquisição de Alimentos

 

No Distrito Federal, para que produtores comercializem seus produtos ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – que destina os alimentos a entidades socioassistenciais – é preciso aderir ao programa de Boas Práticas Agropecuárias: Brasília Qualidade no Campo.

 

Ao entrar o programa, o produtor é orientado quanto às mudanças e adaptações que devem ser feitas em relação a limpeza, respeito às legislações trabalhistas e ambientais, correto armazenamento dos produtos, cuidado na colheita e no pós-colheita, entre outros requisitos. Após adotarem as recomendações, em um determinado prazo, é realizada vistoria para certificação e emissão do selo do programa pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri).

 

De acordo com a portaria que criou o programa, têm direito a receber o certificado e o selo propriedades rurais que alcançarem pelo menos 70% dos pontos obrigatórios verificados em auditorias de conformidade. Periodicamente, novas vistorias serão feitas para assegurar — ou não — a permanência da certificação. A validade, caso ela não seja cancelada antes, é de um ano.

 

20.09 cursoBPA2

 

 

Carolina Mazzaro

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br