Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/05/14 às 11h01 - Atualizado em 29/10/18 às 11h18

7ª Edição da AgroBrasília está aberta ao público

 

Com previsão de movimentar aproximadamente R$ 700 milhões em negócios agropecuários, a 7ª Edição AgroBrasília 2014: Feira Internacional dos Cerrados, aberta nesta terça-feira (13), trouxe como novidade um espaço exclusivo para representantes de 13 países, em especial, da América do Sul e África, para apresentarem inovações tecnológicas.

 

A expectativa é que o evento, no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci (PAD-DF), atraia 80 mil pessoas até o encerramento, no próximo sábado (17). Em instalações reformadas e ampliadas, o espaço contará com 410 expositores.

 

“A AgroBrasília é um sucesso. Aqui, temos um espaço importante para os agricultores com alta tecnologia para aprenderem novas técnicas e o que há de melhor no mundo. Também estamos oferecendo orientação para ampliar a produção familiar, seja na piscicultura, na floricultura, em plantações e em outros ramos”, destacou o governador Agnelo Queiroz.

 

O ministro de Agricultura, Neri Gueler, elogiou a promoção da AgroBrasília e destacou sua importância para o desenvolvimento do ramo. “Essa feira está entre uma das melhores do Brasil. Fiz questão de vir a essa feira pelo potencial dessa região,e pela dinâmica do nosso setor que realmente nos orgulha. Estou surpreso positivamente pelo tamanho e organização”, disse.

 

O Espaço de Valorização da Agricultura Familiar (Evaf) foi reinaugurado, após ser ampliado de 28 mil metros quadrados para 40 mil metros quadrados. No local, serão ministrados cursos e eventos para a integração e diálogo entre os produtores e o governo.

 

Além disso, quem passar pelo local poderá levar o Caderno de Inovações Tecnológicas, que ensina aos participantes a desenvolver o que foi ensinado em sua propriedade.

 

No Evaf, também serão apresentadas nove rotas com tecnologia de baixo custo com demonstração de métodos de produção orgânica e convencional em sintonia com as práticas ecológicas para horticultura, leite, avicultura, floricultura, agroecologia, piscicultura, fruticultura, legislação ambiental e dinâmica de máquinas e tecnologias adaptadas.

 

“Vamos mostrar aos agricultores que, mesmo em um sistema de produção convencional, é possível produzir seguindo princípios agroecológicos, reduzindo o uso de insumos químicos”, informou o coordenador do espaço, Ricardo Magalhães.

 

O produtor de grãos de Planaltina, Vilson Thomas, que apresentou uma colheitadeira financiada pelo BRB ao governador Agnelo Queiroz, destacou a importância do auxílio do governo para alavancar o crescimento do segmento.

 

“É de suma importância para o nosso progresso. Sem o auxílio do governo, estaria trabalhando com máquinas menores sem viabilidade e dinâmica. Na minha área, chego a produzir milhões de sacas de feijão, soja, milho e outros cereais”, contou.

 

MELHORIAS – O Parque Tecnológico Ivaldo Cenci possui área de 500 mil metros quadrados, onde estão campos demonstrativos de empresas públicas e privadas do agronegócio brasileiro, área de máquinas e implementos agrícolas.

 

Durante a reforma, houve melhoras logísticas e estruturais no local para atender melhor o público. Além de estar totalmente asfaltado, foi implantado projeto paisagístico e plantada grama.

 

Fonte: Ailane Silva, da Agência Brasília

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br