Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/10/23 às 18h13 - Atualizado em 26/10/23 às 7h26

Reunião sobre café, excursão sobre orgânicos e Dia Especial de Saúde reúne produtores rurais em Sobradinho

COMPARTILHAR

 

O terceiro dia de atividades da Semana do Produtor Rural da Emater-DF em Sobradinho, realizado nesta quarta-feira (25), contou com o Dia Especial de Saúde e recolhimento de embalagens de agrotóxicos para o descarte correto, com uma excursão com produtores a uma propriedade em Planaltina para tratar de normas de produção orgânica para novas OPACs (Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade Orgânica) e com uma reunião técnica sobre “Parêmtros para obtenção de um café de qualidade” no Lago Oeste.

 

Pela manhã, os produtores rurais começaram a chegar ao escritório local de Sobradinho para aferição de pressão arterial e exames de glicemia e colinesterase. Este último possibilita a análise do grau de exposição a produtos tóxicos, como pesticidas, inseticidas e herbicidas. Os exames foram feitos por meio de parceria com a Confederação Nacional do Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares do Brasil (Conafer).

 

Para a extensionista rural da Emater-DF Joseane Lelis é importante os produtores e trabalhadores rurais fazerem o exame pelo menos uma vez por ano. “Assim eles podem acompanhar se estão tendo algum tipo de contaminação e podem ser tratados em tempo hábil. Os resultados do laboratório são encaminhados para nós e, nos casos que apresentam alguma alteração, nós fazemos o encaminhamento dos produtores para o posto de saúde mais próximo da propriedade”, explica Joseane.

 

Descarte de embalagens de agrotóxicos

Embalagens vazias de agrotóxicos são recolhidas para descarte correto

Regulamentada por lei federal, a devolução das embalagens de defensivos agrícolas usados pelos produtores rurais exige critérios rigorosos para evitar o descarte incorreto.  O descarte das embalagens dos defensivos usados pelos produtores rurais é obrigatório em locais adequados a fim de evitar sérios prejuízos ambientais, uma vez que podem contaminar os animais, as plantas e as pessoas.

 

Para facilitar essa logística de devolução das embalagens, também foi realizada a coleta no escritório da Emater-DF em Sobradinho, em parceria com a Secretaria de Agricultura e com a empresa Aeagro, que faz o recebimento de embalagens vazias de agrotóxico. Para o produtor de flores Nivaldo Alves, este tipo de campanha facilitou o descarte correto. “Foi muito bom, pois o posto de coleta fica distante da minha propriedade e agora consegui trazer tudo o que estava armazenado na propriedade. Facilitou bastante”, relatou.

 

Excursão sobre Normas de Produção Orgânica

Ainda pela manhã, cerca de de 20 agricultores visitaram uma propriedade em Planaltina que possui agroindústria e é considerada modelo na produção orgânica e no processamento desses alimentos. No local, os produtores puderam ver como os alimentos são minimamente processados e embalados dentro das normas de produção orgânica das Opacs.

 

De acordo com a gerente do Escritório da Emater-DF em Sobradinho, Clarissa Campo, está em formação, na região, dois novos grupos interessados em virar OPAC, cada um com 12 produtores rurais, e a atividade foi realizada com objetivo de iniciar o treinamento com os grupos sobre as normas de certificação orgânica.

 

Para os OPACs atuarem legalmente, eles precisam estar credenciados no Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. É esse credenciamento que autoriza a atuação
dos OPACs no Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica – SisOrg. Os OPACs correspondem às certificadoras no Sistema de Certificação por Auditoria. São eles que avaliam, verificam e atestam que produtos ou estabelecimentos produtores ou comerciais atendem as exigências do regulamento da produção orgânica.

 

“Foi importante essa excursão. Lá eles puderam ver como que é feito, minimamente, o processamento de embalagem de mandioca descascada em uma groindústria com todos os equipamentos necessários, como embaladora à vácuo. Eles também viram questões práticas sobre a forma de lavar o alimento, de descascar, a higienização das mãos, os cuidados ao entrar nas instalações da agroindústria e todos os trâmites para fazer o processamento dos alimentos, de forma que possa ser aprovado pela OPAC”, destacou Clarissa.

 

Reunião Técnica do Café

Na parte da tarde, um grupo de produtores do Lago Oeste interessados no cultivo do café participaram de reunião técnica sobre o tema. Como forma de incentivar os produtores, a Emater-DF tem feito várias ações voltadas para o cultivo, com foco no nicho de cafés especiais.

 

Aproximadamente 30 produtores participaram atentamente do encontro, que abordou questões desde a colheita até o armazenamento do café, passando pela torrefação, qualidade, explicações sobre cafés especial e gourmet e o que precisam ter para receber a classificação.

 

“São produtores que já vêm trazendo uma bagagem das atividades anteriores que a gente realizou com eles. Estamos também fazendo degustações para os produtores aprendam sobre aroma, sabor, doçura, amargor, acidez e tudo que envolve a pontuação do café”, destacou Clarissa, que também acompanhou a reunião técnica.

 

De acordo com ela, a intenção é despertar nos produtores a possibilidade de produzir cafés especiais, diante da potencialidade da região. “A maioria dos produtores tem chácaras de 2 hectares. Não é uma área muito grande, mas que possibilita que eles consigam fazer um café de qualidade para que consigam comercializar sem dificuldades”, explica.

 

 

Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede Emater-DF
CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: (61) 3311-9330 e (61) 3311-9456 (Whatsapp)
E-mail: emater@emater.df.gov.br