Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/07/21 às 10h31 - Atualizado em 16/07/21 às 10h31

Produtor aposta no cultivo de uva e produção de vinho em Sobradinho

Presidente da Emater-DF visita parreiral da Fazenda Califórnia DF

 

Com grande potencial para o cultivo de uva e muitas propriedades já produzindo no Distrito Federal, produtores da capital estão investindo no cultivo da fruta e apostando no mercado. A Emater-DF tem estimulado os produtores com assistência técnica e aliando alternativas de produção aliada ao turismo rural.

 

Emater, Embrapa e produtores discutem cultivo de uva e produção de vinho no DF

Interessados no cultivo de uva, produtores de Brazlândia participam de reunião técnica

 

A cerca de 35km da capital, a Fazenda Califórnia DF, situada em área rural de Sobradinho, é uma das rotas turísticas rurais que vem apostando na viticultura. Em uma área de aproximadamente 4 hectares, três parreirais com quatro tipos de uvas vêm chamando a atenção dos amantes da uva e do vinho.

 

É lá que a família Bardawil também tem feito vinhos com a própria uva, aliando a viticultura ao turismo rural e também a experiências com a colheita, onde o visitante pode sentir a experiência de colher a própria uva e ao final levar para casa, comprando direto do produtor rural.

 

Sobradinho e Planaltina, atualmente, são as regiões com maior número de produtores que apostam no cultivo. Não é à toa que a primeira festa da uva na região está saindo do papel e será realizada no final de julho, em dois finais de semana.

 

O proprietário, José Alberto Bardawil, ao lado da presidente da Emater-DF, Denise Fonseca

 

Atualmente, a capital tem 34 produtores espalhados pelas áreas rurais e um total de 57 hectares de cultivo. De acordo com o IBGE (2020), a produtividade média de uva no DF é de 22 toneladas por hectare.

 

Na Fazenda Califórnia DF, os primeiros vinhos estão sendo degustados pela família, mas o projeto é produzir para apreciadores da região. O local oferece a chance de colher a fruta do tipo niágara rosada direto do pé.

O proprietário, José Alberto Bardawil, garante que, no próximo ano, em especial, os visitantes terão a chance de experimentar produtos como as geléias de uvas e o vinho rosé produzido com as uvas Syrah, novidade na fazenda e no Distrito Federal.

 

Há 26 anos no local, Bardawil também tem criação de carneiro, aves, cavalo e gado. Na propriedade, que é palco de uma linda paisagem cercada por montanhas, córregos e nascentes, a beleza dos parreirais fica ainda mais evidente. 

 

Equipe da Emater-DF esteve na propriedade, que é referência no cultivo de uva

 

Neste mês, a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, esteve na propriedade acompanhada da gerente do escritório local da empresa em Sobradinho, Clarissa Campos, da coordenadora de Turismo Rural da Emater-DF, Zaida Regina, a gerente de Desenvolvimento Sociofamiliar, Letícia Martinez, e o extensionista Fábio Roberto Costa. 

 

O objetivo foi fortalecer os laços entre a Emater-DF e os produtores, bem como ouvir as demandas e traçar metas para inclusão da propriedade no rota do enoturismo da capital. A presidente da Emater-DF ressaltou a beleza do local e reafirmou o compromisso da empresa com os produtores. 

 

“Estamos com muitos planos e projetos em todas as nossas áreas rurais. A beleza desse lugar, o cuidado com a produção e a proposta para o enoturismo por aqui é maravilhoso. Não tenho dúvidas de que o DF será uma referência entre os amantes de uva e vinho e que essa propriedade estará entre a rota. É um interesse nosso que vocês se desenvolvam, movimentando a economia e gerando renda para vocês, produtores.”, destacou ela, que também colocou toda a equipe de especialistas da empresa à disposição.

 

Uva produzida na Fazenda Califórnia DF

 

Incentivo à produção

Em maio, em busca de incentivar a produção de vinho no Distrito Federal, a Emater-DF intermediou um encontro entre representantes da Embrapa Cerrados e produtores de uva na região do PAD-DF. Já no último mês, em parceria com a Administração Regional de Brazlândia e a Secretaria de Agricultura (Seagri-DF), foi realizada uma reunião técnica com produtores de Brazlândia e Alexandre Gusmão. Os desafios e as oportunidades do cultivo de uva no Distrito Federal foram temas do encontro.

 

Hoje, a produção atende cerca de 10% da demanda local. Das 400 toneladas das duas principais variedades de uva comercializadas na Ceasa no ano passado, somente 43 toneladas foram produzidas na capital.

 

O objetivo do evento, organizado pela Administração Regional de Brazlândia em parceria com a Emater-DF e a Secretaria de Agricultura (Seagri-DF), foi incentivar o cultivo da uva na região de Brazlândia, que hoje é referência na produção de morango e de goiaba.

 

Grupo de Trabalho

A Emater-DF é uma das 22 entidades participantes do Grupo de Trabalho (GT) do Enoturismo, que é coordenado pela Secretaria de Turismo do DF (Setur-DF) e pela Superintendência Federal de Agricultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFA/Mapa). O grupo tem como meta inserir a Vinícola Brasília na rota do enoturismo nacional e internacional.

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br