Governo do Distrito Federal
20/04/22 às 9h00 - Atualizado em 20/04/22 às 9h04

O verde que abraça o concreto: o lado agrícola do Distrito Federal

COMPARTILHAR

 

Emater-DF está presente desde a década de 70 para auxiliar no desenvolvimento rural da Capital

 

Emater-DF teve importante papel no desenvolvimento agrícola da Capital

 

 

 

Conhecida internacionalmente pela arquitetura e urbanismo, Brasília é mais do que uma cidade de eixos e tesourinhas. Nem todos sabem, mas a Capital é uma das poucas do mundo com uma produtiva área rural. Dos 5.802 quilômetros quadrados (km²) de área, aproximadamente 4 mil deles são de áreas rurais, onde 21.779 propriedades vivem da produção agropecuária — cultivo de hortaliças, grãos, frutas e criação de animais.

 

Os números mostram que a aposta do então presidente Juscelino Kubitschek, na construção de Brasília, deu certo. Na época, pouco antes de 1960, Kubstichek incentivou a vinda de famílias de japoneses para produzir em Brasília, terra de cerrado difícil de cultivar.

 

A Emater-DF está presente nesta história há quase quatro décadas e meia, comprometida com o desenvolvimento rural sustentável e a segurança alimentar, auxiliando pequenos, médios e até grandes produtores com novas tecnologias e técnicas de cultivo de alimentos que chegam à mesa da população urbana. Só em 2021, a Emater-DF realizou 194.331 atendimentos, mais de 12 mil visitas técnicas e atendeu 13.278 produtores rurais.

 

Hoje o cenário é outro e a capital do país mostra que tem vocação agrícola. Com o trabalho de desenvolvimento de tecnologias de produção adaptadas ao Cerrado, por meio da Embrapa e UnB, por exemplo, juntamente com o trabalho de assistência técnica e extensão rural desenvolvido pela Emater, o DF se tornou vitrine de tecnologias e referência de alta produtividade em diversas culturas.

 

No último ano, em 2021, o Valor Bruto de Produção (VBP) da capital alcançou R$ 4.5 bilhões, um crescimento de 27,3% em relação a 2020, que foi de pouco mais de R$ 3.5 bilhões.

O setor com maior crescimento foi o das grandes culturas (milho, soja, feijão, sorgo, feno), com VBP de R$ 1,7 bilhão (aumento de 61,66% na comparação com o ano anterior), ultrapassando o setor da pecuária, que teve um VPB de R$ 1,4 bilhão (+4,11%) em 2021. Já as cadeias produtivas da olericultura, floricultura, fruticultura, silvicultura, somadas, tiveram um valor bruto de R$ 1,2 bilhão em 2021 (+33,25%).

 

As maiores produções estão em Planaltina, no Paranoá e em Brazlândia. Atualmente, quase todas as regiões administrativas são produtoras de alimentos e a agricultura do DF se destaca em diversos aspectos, inclusive no manejo sustentável.

 

Emater-DF

 

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br