Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/02/21 às 17h02 - Atualizado em 3/02/21 às 18h36

Emater-DF faz atendimento especial do CadÚnico para produtores em São Sebastião

Presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, orienta produtores quanto ao CadÚnico

 

 

 

 

 

Para auxiliar os produtores rurais no cadastramento e atualização do Cadastro Único (Cadúnico), o escritório da Emater-DF em São Sebastião mobilizou extensionistas habilitados pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) como Entrevistadores e montou um esquema especial de atendimento nesta quarta-feira (3). Aproximadamente 50 produtores que residem em assentamentos na região foram atendidos pela empresa, que tem um acordo de cooperação com a Sedes. 

 

Extensionistas da Emater participam de curso da Sedes para atendimento rural do CadÚnico

Sedes e Emater-DF assinam parceria para atendimento de produtores rurais no CadÚnico

 

Cleidiane dos Santos, 39 anos, produtora no Capão Comprido, diz já ter tido muita dificuldade para conseguir fazer o recadastramento e, por isso, ficou sem acesso ao benefício do Bolsa Família por dois anos. “Todo orelhão que eu chegava, na área rural em que moro, estava ocupado e eu nunca conseguia agendar. Eu com três filhos, um de 1 ano, tinha dificuldade para ir até a cidade. Desde 2019, quando consegui recadastrar, passei a receber novamente o auxílio. Hoje estou aqui para atualizar o cadastro”, afirmou.

 

“Muitos produtores sequer sabem como ter acesso às políticas públicas do governo. O CadÚnico é a porta de entrada. Nosso objetivo, com essa cooperação firmada com a Sedes, é ajudar produtores de baixa renda que têm direito ao acesso nos programas sociais do governo”, ressaltou a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, que esteve em São Sebastião durante a ação.

 

Para que o evento pudesse ocorrer, a Emater-DF seguiu todos os protocolos de segurança contra o novo coronavírus, como uso de máscaras, higienização das mãos e medidas de distanciamento social.

 

José Joaquim da Cruz fez o cadastro pela primeira vez, no escritório da Emater-DF em São Sebastião

 

Nascido em Curaçã, município da Bahia, José Joaquim da Cruz, 58 anos, é produtor cadastrado na Emater-DF e esteve no escritório.  De acordo com ele, que realizou seu primeiro cadastro no CadÚnico, nunca recebeu nenhum benefício social do governo. No entanto, essa era a oportunidade de saber como funciona o cadastro e se tem direito a acessar algum programa.

 

Em janeiro deste ano, cerca de 30 extensionistas da empresa realizaram o curso de “Entrevistadores do CadÚnico” pelo acordo firmado entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF e a Sedes. Este é o primeiro evento voltado para atualização e cadastro no CadÚnico de produtores rurais atendidos pela Emater-DF em 2021.

 

“Muitos produtores chegam aqui sem nem saber a importância e o alcance do CadÚnico. Estamos também esclarecendo dúvidas. E esse é um cadastro que precisa ser atualizado constantemente, então é uma demanda que não acaba. Esse mutirão de hoje é exclusivamente para três assentamentos aqui da região”, explicou a gerente do escritório em São Sebastião, Maíra Teixeira.

 

Apesar do dia de hoje ter sido voltado para produtores assentados, nos demais dias qualquer produtor cadastrado na empresa pode procurar o serviço e ser atendido. Os atendimentos são realizados por um extensionista habilitado pela Sedes. 

 

“Muitos produtores têm a situação de cadastro excluído e precisamos fazer um novo cadastro. A gente sabe que a dificuldade é grande no campo e essa abertura na Emater junto ao produtor rural ajuda bastante”, destacou Camila Fiorese, extensionista da empresa. Essa parceria com a Sedes é muito importante. Agora, todos os escritórios possuem extensionistas capacitados para fazer o cadastro. A pessoa tem que abrir muito a vida dela para o entrevistador, tem muitas questões delicadas e o cadastro é extenso, mas necessário. Uma pessoa treinada para fazer esse cadastro inicial leva em média 30 minutos para concluir”, destaca ela, ressaltando a importância do curso da Sedes.

 

 

Benefícios do CadÚnico

É pelo Cadastro Único que se tem acesso, por exemplo, ao Bolsa Família, Programa DF Sem Miséria, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Tarifa Social de Energia Elétrica, Minha Casa, Minha Vida e Carteira do Idoso.

 

O Cadastro Único também funciona como armazenamento de dados da população em situação de vulnerabilidade social e permite que o poder público tenha informações para elaborar políticas públicas de proteção social voltadas para a população de baixa renda.

 

Acordo de Cooperação

No dia 22 de outubro de 2020, a Sedes e a Emater-DF assinaram o acordo de cooperação que permite que a Emater-DF passe a auxiliar, formalmente, os produtores rurais da capital cadastrados na empresa, na realização da inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) e também na atualização de dados cadastrais.

 

Esse auxílio permite que produtores do DF de baixa renda, cadastrados na Emater, evitem o deslocamento para áreas urbanas em busca da inclusão no cadastro. Atualmente, a Emater-DF dispõe de 16 escritórios em diferentes zonas rurais da capital, o que facilita e viabiliza o atendimento dos produtores.

 

Antes do acordo, os dois órgãos já atuavam de forma semelhante, com a Emater apoiando os produtores no cadastro. No entanto, a medida fortalece e formaliza a parceria, além de unificar o atendimento da empresa e da Sedes junto aos produtores.

 

 

A Emater-DF
Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br