Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/12/21 às 8h23 - Atualizado em 27/12/21 às 8h52

Emater-DF cria equipe especializada para auxiliar na formalização de agroindústrias rurais

COMPARTILHAR

Uma das prioridades do novo serviço será o registro dos empreendimentos rurais para melhorar a qualidade da produção e a segurança do alimento que chega ao consumidor final

 

 

 

Produtores rurais do Distrito Federal que já iniciaram ou querem iniciar projetos de agroindústria podem contar, a partir de janeiro de 2022, com atendimento especializado, profissional e gratuito da equipe técnica e multidisciplinar da Emater-DF.

 

O serviço disponibilizado pela empresa tem o objetivo de atender de forma personalizada. Com a nova equipe, o produtor passa a ser assistido desde a implantação da agroindústria até a fase de comercialização, tudo de forma individualizada, observando questões pontuais de cada propriedade.

 

De acordo com a extensionista Milena Oliveira, a equipe vai ter uma nova forma de atuar com as agroindústrias. “Vai ser uma maneira de trabalhar mais de perto e de forma contínua, com visitas mensais, para termos um resultado mais efetivo”, conta.

 

O atendimento especializado em agroindústria é coordenado pela Gerência de Desenvolvimento Econômico e Social (Gedes) da Emater-DF e conta com profissionais como o engenheiro-agrônomo Almeri Martins, a economista doméstico Sônia Cascelli, a engenheira de alimentos Milena Oliveira e pelos técnicos em agroindústria  Fernanda Lima e Paulo Alvares.

 

Nos empreendimentos rurais, a equipe vai começar a assistência com a elaboração do diagnóstico da situação encontrada no local. Em seguida, os técnicos passam a atuar em todas as etapas para aperfeiçoar os procedimentos adotados, melhorar a produção e formalizar o negócio.

 

Trabalhos como orientação para o registro, adequação de equipamentos e estruturas necessárias para agroindústria, elaboração de plantas-baixas e de rótulos nutricionais para os produtos, bem como a elaboração de um Manual de Boas Práticas e a capacitação de mão de obra, são algumas das muitas atividades que serão desempenhadas pela equipe.

 

Atendimento personalizado

De acordo com o técnico Paulo Alvares, cada agroindústria poderá contar com um atendimento específico para sua realidade. O objetivo é fazer com que todas as etapas para o funcionamento adequado do empreendimento rural, que garanta uma produção segura e eficiente, sejam cumpridas.

 

Equipe de atendimento especializado à agroindústrias. Foto: Joelma Pereira

“A gente vai fazer a coisa acontecer e resolver os problemas. Se for o registro, a gente vai entrar nesse circuito e fazer com que o registro de fato aconteça. Se o produtor precisar melhorar sua técnica, desenvolver produtos novos, entregar isso no mercado ou até melhorar algum produto, nós estaremos presentes”, declarou.

 

Uma agroindústria rural com registro garante qualidade de processamento e segurança para o consumidor, além de certificar, entre outras coisas, o acompanhamento da Emater-DF e de órgãos de vigilância sanitária e de controle.

 

De acordo com o Informativo de Produção Agrícola e Animal (IPA), existem 364 agroindústrias rurais no Distrito DF. Do total, apenas 27% são formalizadas. “O nosso objetivo é formalizar o negócio e fazer com que eles tenham uma base e uma estrutura bem feita para que possam, ao longo dos anos, dar bons frutos. A gente vai atender fazendo com que as agroindústrias produzam cada vez mais e com qualidade”, destacou a extensionista Fernanda Lima.

 

Centralização

Equipe de atendimento especializado à agroindústrias. Foto: Joelma Pereira

A equipe de atendimento especializado nas unidades de processamentos rurais está sendo criada para centralizar todas as demandas em só lugar e dar mais celeridade à resolução dos problemas. Antes, o atendimento, que não era especializado, acontecia por meio dos escritórios da Emater-DF, que tinham que dividir as atribuições com outras atividades locais.

 

A partir de agora, a equipe formada será a responsável por todo o acompanhamento, em todas as etapas. “Essa nova formação vem para centralizar o atendimento e fazê-lo de forma contínua, focada e especializada, porque a gente tem domínio desse conteúdo, dessa temática”, avaliou Sônia Cascelli, que também afirmou que a equipe vai acompanhar melhor a evolução das atividades de cada agroindústria.

 

O trabalho também engloba serviços já oferecidos de assistência técnica e extensão rural, auxiliando os produtores com suas necessidades. “Quando um produtor é caseiro, como acontece na maioria das vezes, a nossa intenção é que ele evolua para um empreendimento formal. Mas se a necessidade dele for continuar de forma caseira, a gente vai atender aquela demanda conforme a necessidade e a vontade dele”, acrescentou Fernanda.

 

Agroindústria

 

 

Uma unidade de processamento rural é um empreendimento que tem como objetivo transformar matérias-primas advindas da agricultura, silvicultura e pecuária em subprodutos voltados para a produção de alimentos para o consumidor final.

 

Por exemplo, queijo e iogurte são produtos da agroindústria do leite e derivados. Dessa forma, a agroindústria agregar valor econômico ao produto final comercializado.

 

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br