Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/06/16 às 10h43 - Atualizado em 29/10/18 às 11h37

Sistema Seagri e SLU se unem para propor soluções para resíduos orgânicos

 

A visita às unidades de compostagem do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), realizada pelo presidente da Emater-DF, Argileu Martins, pelo secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal, e pelo presidente da Ceasa José Deval da Silva, além de técnicos das três entidades, resultou na proposta de uma parceria com o SLU, que será oficializada no segundo semestre deste ano. A visita às unidades, ocorrida na última sexta-feira, 17, finalizou com uma reunião, coordenada pela presidente do Serviço, Kátia Campos.

 

“Nosso objetivo é reduzir a quantidade de resíduos orgânicos que se dirijam ao aterro sanitário. Vamos fazer uma análise da qualidade do composto, do tipo de ação que podemos fazer, não só para cada vez o composto ter melhor qualidade, mas também para evitarmos que o resíduo orgânico vá para o aterro sanitário”, avaliou Kátia Campos.

 

Ela informou que está prevista a inauguração do primeiro aterro sanitário de Brasília, no segundo semestre deste ano. “Quanto menos material reaproveitável a gente levar para o aterro, maior será sua vida útil. Então, estamos aperfeiçoando a coleta seletiva de recicláveis e essa discussão agora com a Seagri, Emater e Ceasa é para encontrarmos juntos a melhor forma de aperfeiçoar o tratamento dos resíduos orgânicos”, assegurou.

Para o secretário José Guilherme Leal a parceria do SLU com o Sistema Seagri vem em um bom momento. “Vamos fazer um trabalho de dinamização da agricultura urbana, reduzindo o lixo doméstico, por meio de compostagem caseira. Essa é uma boa oportunidade de fazermos um processo, em escala, de produção de composto orgânico para fomentar a agricultura do DF”.

 

A criação de um arranjo institucional para transformar o resíduo orgânico em uma boa oportunidade de negócio foi vista pelo presidente da Emater-DF como uma excelente ação da parceria proposta. “Queremos melhorar e ampliar a produção de alimentos cada vez mais saudável. Além disso, podemos dinamizar ainda mais a implementação de hortas urbanas e periurbanas, além das hortas escolares. Por isso, entendo que a reunião foi muito produtiva, porque tudo isso envolve um processo de educação ambiental, trazendo para a conversa o SLU, a Emater, Seagri, Ceasa e, é claro, o sistema de educação do DF”, argumentou Argileu.

 

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br