Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/06/19 às 10h43 - Atualizado em 14/06/19 às 14h21

Secretário Nacional da Pesca visita unidades de piscicultura apoiadas pelo Sistema Agricultura

 

O secretário Nacional da Pesca, Jorge Seif, ao lado do piscicultor Ademir Gomes, do P Sul

 

Com objetivo de mostrar o trabalho de piscicultura realizado pelo Sistema Agricultura em Brasília, a Emater-DF e a Secretaria de Agricultura do Distrito Federal levaram o secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Seif, o coordenador de aquicultura continental da pasta, Anderson Antonello, e o diretor da Agricultura Familiar, Avay Miranda Junior, para conhecer a propriedade do piscicultor Ademir Gomes, que funciona como unidade de referência da Emater-DF, e a Granja do Ipê.

 

Emater-DF orienta produtores a como produzir mais peixes com menor custo

Produtor do Lago Norte testa aquaponia em sistema sustentável de larga escala
Embaixadora de El Salvador visita Emater para conhecer tecnologias e trabalho da empresa

 

No Setor de Chácaras do P Sul, onde a visita começou, Ademir Gomes e sua mulher, Sônia, agricultores familiares, utilizam o sistema de aeração (oxigenação da água, que permite o aumento do número de peixes por tanque) e a energia fotovoltaica. O casal adota as boas práticas de produção em todas as etapas, obedecendo às leis ambientais e orientações recebidas pelos técnicos da Emater-DF.

 

Representantes da Emater, da Seagri e do Ministério da Agricultura durante a visita a chácara no P Sul

 

O casal começou a investir em piscicultura em 2016. Até então, eles cultivavam hortaliças. Hoje, depois de muito trabalho e com apoio da Emater-DF, Ademir e Sônia conseguem produzir cerca de 12 toneladas de peixe por ano. “A força da Emater, o trabalho da Emater que nós vimos hoje nessa visita de campo, é impressionante. Iniciativas como essa são maravilhosas e têm todo o apoio da nossa Secretaria de Pesca”, ressaltou o secretário Jorge Seif, que ficou admirado com o trabalho desenvolvido junto ao casal de piscicultores.

 

Para o coordenador do programa de Piscicultura da Emater-DF, Adalmyr Borges, que também esteve presente, a visita foi importante para que o secretário da Pesca e o representante federal da Agricultura Familiar pudessem verificar a aplicação na prática do conceito das Unidades de Referência, que faz parte do acordo da Emater-DF com a Anater.

 

Fortalecimento da agricultura familiar

“Esse tipo de ação fortalece o trabalho da Emater junto à Agricultura Familiar, mostrando que o nosso trabalho não é só na questão da tecnologia de produção, mas também que a gente está envolvido na gestão do empreendimento, que vai desde a aquisição dos insumos à criação do peixe em si, até a parte de processamento e comercialização, fechando toda a cadeia produtiva”, ressaltou Adalmyr

 

Estrutura de ferro-cimento usada na criação de peixes na Granja do Ipê

 

Para o diretor da Agricultura Familiar do Mapa,  Avay Miranda Junior, a piscicultura é um importante ramo da agricultura familiar que precisa ser explorada. “A piscicultura é uma atividade econômica que produz alimentos, diminui o volume de trabalho que o produtor precisa ter e tem um efeito de conservação da água, de conservação do solo”, ressaltou.

 

Granja do Ipê

Os representantes federais também visitaram a Granja do Ipê, que, por meio da Secretaria de Agricultura, desenvolve diversas ações para o fomento da piscicultura no DF e na Região Integrada de Desenvolvimento Econômico (Ride), com foco nos pequenos produtores e produtores familiares. O objetivo é transformar a Granja do Ipê em um centro de referência em aquicultura, integrando fomento, produção e pesquisa, tanto de espécies nativas, quanto de espécies exóticas, como a tilápia, por exemplo.

 

Para o Secretário de Agricultura do DF, Dilson Resende, a iniciativa foi importante para a aproximação entre as secretarias e para conhecer o projeto da Granja do Ipê. “Queremos que a Granja do Ipê seja um polo de difusão de tecnologia e de produção de alevinos. Além disso, queremos que o local sirva para o desenvolvimento de estudos do setor por parte de universidades. Existe hoje uma demanda das universidades e da própria Embrapa para o desenvolvimento de pesquisa”, explicou o secretário de Agricultura.

 

“Nós temos muita disposição de ajudar os setores e essas visitas nos ajudam a entender o que que o setor precisa, o que o produtor precisa para ele produzir mais, gerar renda, riqueza, alimento e melhorar a qualidade de vida e produção do brasileiro”, afirmou o secretário Jorge Seif.

 

Além da presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, e do diretor-executivo da empresa, Antonio Dantas, também participaram do encontro o subsecretário de Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Odilon Vieira Junior, e o superintendente federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFA), William Soares Barbosa.

 

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que integra o Sistema Agricultura do Distrito Federal junto com a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Ceasa. A Emater atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br