Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/09/15 às 11h39 - Atualizado em 29/10/18 às 11h34

Rumo à alimentação saudável

 

Um dos momentos altos das comemorações da Festa do Morango, em Brazlândia, foi a reunião para apresentar o levantamento socioeconômico da produção de morangos na região. A pesquisa, feita em parceria pela Emater-DF e Embrapa, revelou que a produção de morango orgânico é 20% maior do que a da hortaliça convencional. Os primeiros resultados foram apresentados na tarde desta terça-feira (1), no escritório da Emater-DF de Brazlândia, com a presença de produtores, do presidente da Emater-DF, Argileu Martins, de técnicos da Emater-DF, pesquisadores da Embrapa e do pesquisador Douglas Lorena.

 

“Estamos diagnosticando os gargalos da produção para saber porque a maioria dos produtores de morango convencionais não migra para um sistema mais racional de uso dos insumos ou para a produção orgânica”, relatou o gerente do escritório, Rodrigo Teixeira Alves, avaliando que o encontro foi muito importante, por estarem presentes 80 dos 92 produtores entrevistados.

 

Com a constatação da maior produtividade do produto orgânico, o engenheiro agrônomo Douglas Lorena afirmou que esse é um ponto forte para motivar os produtores a promover a mudança e até orientar futuras políticas públicas. “Estamos apenas começando. Há muito ainda a ser discutido”, observou o pesquisador.

 

O produtor Divino Fernandes contou sua passagem de produtor convencional a orgânico. “Não foi fácil, mas depois de cinco anos percebi que além de uma maior renda, eu e minha família ganhamos qualidade de vida. Sinto orgulho de realizar um trabalho com sustentabilidade e oferecer à população um produto que faz bem à saúde”.

Para o gerente do escritório de Brazlândia tudo hoje está mais simples. “Muitas já estão superadas. Hoje, para acontecer as mudanças, está mais simples por conta das tecnologias aplicadas, da legislação – que está mais branda, mais fácil. A divulgação dentro do corpo técnico da Emater também está mais fácil. E os centros de pesquisa e universidades estão preocupados com esse tema. Todos engajados em trabalhar formas alternativas de controle de pragas e doenças e manejo de solos”.

 

“Brazlândia está em sétimo lugar no país em termos de produção de morango. Em termos de produtividade, vimos que a maioria dos produtores convencionais produz abaixo de 25 toneladas por hectare. Os orgânicos produzem acima de 42. Todos esses dados da pesquisa podem ajudar os produtores que aqui estão a fazer a mudança para a produção orgânica. E a Emater-DF está pronta para auxiliá-los”, assegurou Argileu Martins.

 

E acrescentou: “O mais importante é a revelação dos produtores sobre sua dificuldade de migrar para a produção orgânica. Eles alegam desconhecimento para fazer o controle de pragas e doenças. Temos alternativas e temos de levar esse conhecimento até eles. Acho que vamos ter uma demanda de produtores para migrar para a produção orgânica após esse encontro”.

Brazlândia é o sétimo produtor de morangos (convencionais e orgânicos do país). Na região, são 180 produtores, que movimentam um mercado de R$ 25 milhões durante a safra e a entressafra.

 

Christina Abelha
Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br