Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/12/19 às 19h35 - Atualizado em 11/12/19 às 19h35

Promovida pela Emater-DF, Feira Rural no Parque atrai frequentadores e agrada produtores locais

Evento foi realizado neste sábado (7), das 9 às 16h, na Praça Jatobá, no Parque da Cidade

 

O primeiro dia do projeto da Feira Rural no Parque reuniu produtores, frequentadores do Parque da Cidade e também interessados em adquirir produtos orgânicos, plantas ornamentais, artesanato, pães, geleias, biscoitos, sorvetes de frutos do cerrado e muitas outras variedades de produtos. O evento foi realizado neste sábado (7), na Praça Jatobá do Cerrado, no Parque da Cidade. A Emater-DF, em parceria com a Administração do Parque, pretende criar mais um ponto de comercialização de produtos da agricultura do DF no local.

 

Festa das Crianças reúne milhares de famílias no Parque da Cidade

Parque da Cidade ganha feira da Emater-DF com produtos da agricultura familiar

 

O evento também contou com uma praça de alimentação. Tapiocas recheadas, pastéis, cocada, sucos naturais, bombons, bolos, café, chás e, para o almoço, uma macarronada com quatro tipos de molhos estavam à disposição do público. A presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, esteve na feira, conversou com todos os produtores e afirmou que a ideia é auxilia-los a comercializarem seus produtos, aproximar o campo da cidade e incentivar o consumo de produtos locais, frescos, naturais e sustentáveis.

 

“Esse é um projeto inicial que tem tudo para alavancar e levar nossos produtores para os espaços urbanos, para que o público da cidade possa ter alimentos saudáveis, de qualidade e que possam consumir da produção local”, ressaltou. Inicialmente, como projeto piloto, a feira vai funcionar uma vez por mês. As próximas serão nos dias 11 de janeiro e 8 de fevereiro. A partir do mês de março, funcionará todos os sábados, sempre das 9h às 16h.

 

Presidente da Emater-DF andou pela feira e conversou com os produtores locais

 

Para Neide Moura, produtora da área rural de Euler Paranhos, região do Paranoá, o primeiro dia da feira superou suas expectativas e se mostrou um ponto importante de comercialização. No Parque, Neide estava com uma barraca na praça de alimentação oferecendo macarronada, casadinho, biscoito quebrador e cocada. “Eu vendo em portas de escolas, festas e participo de algumas feiras da cidade, mas aqui vai ser maravilhoso se tudo der certo”, destacou. 

 

Wilson de Oliveira, produtor de pimentas em Sobradinho, acredita que, o fato de estar no centro da Capital e contar com estacionamento privilegiado e frequentadores assíduos, a feira pode atrair potenciais consumidores dos produtos da feira. “A gente, que planta, processa e comercializa, tá precisando de pontos assim para vender nossas mercadorias”, afirmou. 

 

Os produtos de Wilson são conhecidos como Pimentas do Will. De acordo com ele, inicialmente plantava e vendia a pimenta in natura. No entanto, como é de difícil comercialização e estava tendo muitas perdas, passou a processar e hoje vende em forma de molho de pimenta, barbecue, mostarda e mel e creme de alho e ervas finas. Atualmente, sua produção é composta pelas pimentas Trinidad Scorpion e Carolina Reaper, conhecidas como pimentas nucleares.

 

Frequentadora do Parque da Cidade, Maria Rosilda disse não ter dúvidas de que a iniciativa é muito positiva. “Muito bom poder comprar diretamente do produtor, saber como os alimentos são produzidos. Isso aqui é valorização da nossa produção. Sem dúvidas, estarei aqui em todas as versões da feira”, afirmou.

 

O extensionista Fabio Roberto Teixeira da Costa, que atua na região de Sobradinho, afirmou que os produtores estão animados com a possibilidade de poder comercializar com frequência no local. “Existe uma demanda muito antiga por mais pontos de comercialização. Aqui eles têm uma grande expectativa de público e de renda. É um ponto estratégico pela localização e também pelo público que frequenta o parque.”

 

Evento atraiu frequentadores do parque e interessados em produtos orgânicos

 

 

A Emater-DF
Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br