Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/02/14 às 10h14 - Atualizado em 29/10/18 às 11h17

Produtores familiares recebem cartões do Programa de Aquisição de Alimentos

 

A primeira entrega de cartões bancários aos produtores rurais do DF cadastrados na nova modalidade do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) foi feita na última sexta-feira (7), em Brazlândia. Agora, os beneficiários receberão diretamente na conta bancária os valores referentes à venda da produção ao governo. Aproximadamente 320 cartões foram distribuídos, e, até o fim do mês, a meta é chegar a mais de 650.

“Com essa ação, estamos possibilitando aos pequenos produtores ter maior competitividade, porque eles receberão o dinheiro mais rápido e também poderão gerenciar melhor os recursos”, explicou o governador Agnelo Queiroz.

 

Atualmente, no DF, existem cerca de quatro mil agricultores familiares. Segundo o secretário de Agricultura, Lúcio Valadão, até 2011, o PAA só disponibilizava o limite de R$ 500 mil para compra da produção desse segmento, que possuía apenas 180 cadastrados. “Agora, cada beneficiário pode vender até R$ 5,5 mil por ano ao governo, e, com isso, só em 2013, conseguimos disponibilizar cerca de R$ 8 milhões para aquisição desses produtos”, comparou Valadão.

 

Segundo o secretário, até o fim do ano, o governo quer cadastrar 1,5 mil produtores no PAA Termo de Adesão, como é chamada a nova modalidade do programa. “O DF já é a unidade da federação com a maior participação de agricultores em programas de compras institucionais, que chega a 30% com o PAA, o Papa–DF (Programa de Aquisição da Produção Agrícola) e o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). A média nacional é de 8%”, afirmou.

 

“Esse projeto do cartão bancário e as demais ações voltadas para os agricultores familiares são de grande importância para o nosso desenvolvimento. Hoje, temos credibilidade e reconhecimento”, avaliou José Célio Bezerra, agricultor do Núcleo Alexandre Gusmão, em Brazlândia, que comercializa morango e outras variedades.

“O DF foi o que mais cresceu proporcionalmente, em todo o país, na emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (Programa Nacional de Agricultura Familiar), que permite a participação em linhas especiais de crédito e em programas de compras públicas”, informou o secretário substituto de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Argileu Martins da Silva.

 

Segundo ele, o DF também é a única unidade da Federação que garante assistência técnica para todos os produtores, nos 16 escritórios locais da Emater. “Isso é inédito no país”, disse. Para isso, o GDF nomeou, desde 2011, mais 105 extensionistas de áreas como agronomia, veterinária, zootecnia, gestão ambiental, dentre outros.

 

O PAA é executado pela Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural, em convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social e parceria com a Emater e a Ceasa. Por meio do programa, o governo adquire alimentos diretamente das associações de produtores rurais e os repassa a entidades socio-assistenciais, como creches, asilos, casas de recuperação de dependentes químicos e outras instituições que atendem a pessoas em situação de risco alimentar.

 

Fonte: Ailane Silva — Agência Brasília

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br