Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/10/19 às 9h26 - Atualizado em 30/10/19 às 11h40

Produtores aprendem a restaurar móveis em curso dado pela Emater

Produtores do PAD-DF aprenderam técnicas de restauração de móveis

 

No PAD-DF, núcleo rural da região administrativa do Paranoá, um grupo de produtores, com auxílio da Emater-DF, tem se reunido com frequência para compartilhar aprendizados e buscar meios de gerar renda. O último encontro foi na oficina de restauração de móveis, nos dias 17 e 18 de outubro. Cadeiras, mesas, molduras entre outros objetos de madeira, dos próprios participantes, foram restaurados durante o curso. 

 

Técnicas como o envelhecedor, o efeito cimento, a pátina, verniz e várias outras forma de restaurar móveis foram ensinadas por Antonio Pereira de Souza, que também é produtor rural na região. Todo o material utilizado nas aulas foi doado por ele, que se propôs a ajudar a comunidade após participar do curso de tratoristas ministrado em agosto deste ano pela Emater-DF em parceria com o Senar.

 

Potencial do mercado de pescado de Brasília é destaque em encontro de piscicultores

Curso de cultivo protegido tem inscrições abertas; evento é em novembro

 

Desde então, de acordo com a extensionista da Emater-DF Yokowama Odaguiri, Souza passou a acompanhar o grupo em cursos ofertados à comunidade por meio da empresa. Com prática em reforma de móveis e pintura de casas há mais de 40 anos, o evento foi um sucesso, diz. 

 

“Essa oficina não acaba aqui, nós vamos ter várias, porque são muitas técnicas. Ele tem muita experiência e sentiu vontade de ensinar outras pessoas a ter uma renda com essas práticas, principalmente restauração de móveis”, conta orgulhosa a extensionista da Emater. Maria Dolores Morais, uma das participantes, disse que se interessou pelo curso na expectativa de recuperar os móveis da própria casa. “Eu trouxe esse quadro aqui. A técnica é boa e vale muito a pena fazer o curso.” 

 

Dolores mostra o resultado da moldura reformada durante a oficina

 

Para a agricultora Lilian Faleiro Ferreira Silva, além do aprendizado, as oficinas proporcionam integração da comunidade. “É muito gratificante estar aqui, é uma experiência maravilhosa. Eu ‘tô’ conhecendo pessoas que eu não conhecia e aprendendo o que eu não sabia.” Ela também ressalta o comprometimento de Souza com o compartilhamento de sua experiência.  “Ele ensinou o pulo do gato para a gente. Com tudo isso, com essa alegria e disposição das pessoas em participar, a gente conseguiu um trabalho muito bacana”, aponta.

 

“A aula de restauração de móveis foi maravilhosa. Restaurei meu banquinho, ficou novinho, muito bom. Foi surpreendente ver as pessoas trabalhando e renovando cada móvel, cada objeto”, disse Joana Pires de Oliveira, agradecida pela oportunidade.

 

Solidariedade

As aulas foram ministradas na Pousada do Hirata, na região do Café sem Troco. Desde o início do ano, o proprietário cedeu o espaço para cursos e oficinas ministrados pela Emater aos agricultores da região.”Lá, a gente usa o espaço, tem uma cozinha muito boa, um espaço fechado onde a gente faz aula de zumba com a comunidade. É um lugar muito bonito e eles cederam para que a gente possa fazer todos os cursos”, afirmou Yoko, como é conhecida a extensionista.

 

 

Organização por WhatsApp

Por meio de um grupo de WhatsApp administrado por Yoko e o gerente do escritório do PAD-DF, Marconi Borges, 97 produtores participam ativamente de cursos e também com sugestões que podem ser viabilizadas entre eles.  

 

“Aqui a gente já teve oficina para aprender a fazer creme hidratante, oficina de biscoito, corte e costura, tratorista. A próxima será de mecânica para mulheres. Tá sendo muito gratificante a união dos produtores na região, um sempre ajudando o outro”, conta a extensionista. A oficina de mecânica para mulheres está sendo organizada e será ministrada por um produtor rural, que também atua como mecânico.  

 

“A maioria das mulheres aqui dirige o carro para levar menino para escola, para levar produtos para Ceasa. Então, sempre que acontece algum problema elas ficam na mão e não sabem exatamente o que está acontecendo. Esse curso de mecânica vai ser para a mulher ter um pouco de noção do que pode ter acontecido quando o carro der problema”, ressalta Yoko.

 

Comunidade abraçou a proposta e se dedicou nos dois dias de curso organizado pela Emater-DF

 

 

A Emater-DF
Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br