Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/01/20 às 17h02 - Atualizado em 17/01/20 às 17h03

Produtores de São Sebastião discutem desafios da produção de flores e folhagens na região

O produtor e paisagista Fábio Camargo foi o anfitrião da reunião entre Emater e produtores de flores

 

Produtores de São Sebastião se reuniram nesta quinta-feira (16) para discutir as possibilidades e os desafios da cadeia produtiva da floricultura na região. A reunião foi um desdobramento das ações da Expedição Safra-Brasília Floricultura, lançada no final do ano passado, que contabilizou 140 produtores de flores e folhagens no Distrito Federal e 570 hectares de área plantada.

 

A Expedição Safra-Brasília Floricultura busca fazer um levantamento da produção de flores e folhagens no Distrito Federal para mapear a extensão da atividade, além de subsidiar a elaboração de políticas públicas para a cadeira produtiva.

 

Produtores falam de seus desafios e compartilham experiências durante o encontro

 

“A floricultura é uma atividade que possibilita trabalhar diversos nichos de mercado como o paisagismo, decoração de festas e ambientes e o gourmet, com as flores comestíveis, entre outros. E o Distrito Federal tem espaço para esses nichos”, afirma Loiselene Trindade, agrônoma e coordenadora do programa de Floricultura da Emater-DF.

 

Entre os presentes, um dos maiores desafios tem sido conseguir mão de obra qualificada. “Pela falta de interesse do funcionário, a gente perde na produção, porque uma planta demora, no mínimo, 30 dias pra enraizar”, afirma o produtor Antônio César Prado. Também foram citados como desafios o manejo de pragas e o acesso ao crédito rural.

 

A coordenadora do programa de Floricultura na Emater-DF, Loiselene Trindade, apresenta propostas para 2020

 

A equipe de floricultura presente à reunião anotou as demandas e apresentou as propostas para a cadeia produtiva neste ano. “Hoje estamos trabalhando com vários temas dentro da Emater-DF, como o plantio convencional tanto de corte como envasado, e agora com a floricultura orgânica e as plantas nativas do cerrado com potencial ornamental”, apresentou Loiselene.

 

A coordenação de floricultura da Emater-DF pretende visitar outras regiões para ouvir os produtores e validar as informações que têm sido colhidas na Expedição Safra-Brasília Floricultura. “A previsão é concluir o levantamento em abril”, diz a coordenadora.

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br