Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/08/19 às 11h56 - Atualizado em 23/08/19 às 11h58

Produtor de Água no Pipiripau inaugura 4 viveiros em parceria com o Brasília Moto Capital

 

Inauguração do viveiro de mudas na Escola Classe Santos Dumont, no Pipiripau

 

O Projeto Produtor de Água do Pipiripau inaugurou quatro viveiros na bacia do Pipiripau nesta quinta-feira (22) em parceria com o Brasília Moto Capital. Parte do material dos espaços foi patrocinada pelo Brasília Moto Capital.

 

Parceria entre Emater, Seagri e ANA vai produzir 96 mil mudas para Bacia do Pipiripau
Com parcerias, Emater-DF vai plantar 280 mil árvores no DF até 2021
Agrônomo da Emater-DF coordena plantio de 1 milhão de árvores, a maior parte no DF

 

Os locais contemplados foram a Escola Classe Santos Dumont, o Centro Educacional Pipiripau II, a Associação dos Produtores Agroecológicos do Alto São Bartolomeu (Aprospera) e a propriedade do agricultor Vital de Morais Andrade, no Núcleo Rural Taquara. O viveiro da associação dos produtores comporta até 12 mil mudas e os demais, 6 mil.

 

A proposta dos viveiros é ser locais para vivências de educação ambiental para as crianças e para a comunidade, além de fornecer mudas para as ações de recomposição de vegetação nas áreas atendidas pelo projeto Produtor de Água do Pipiripau.

 

“Apesar de as crianças viverem aqui na comunidade, em volta do Cerrado, muitos não tinham tido a oportunidade de plantar e agora com o viveiro eles estão muito interessados”, afirmou a vice-diretora da Escola Classe Santos Dumont, Juliana Macedo.

 

A montagem desses viveiros foi uma resposta à demanda dos agricultores atendidos pelo projeto. Cada local que recebeu o viveiro tem a contrapartida de doar as sementes, semear e fazer a manutenção das mudas, até que alcancem o tamanho certo para o plantio.

 

Alunos de escola do Pipiripau onde funcionará um dos viveiros

 

Entre alunos que nunca tinham plantado e outros que já tiveram essa oportunidade, Ytallo Fernandes de Aguiar, do Pipiripau, se destacou como o plantador da sua turma. Junto com sua família, ele plantou mais de 40 mudas de frutíferas em sua chácara. “A ideia foi dos meus avós pra gente ter frutas perto e não precisar ir à cidade para comprar”, explica o jovem.

 

“A importância de a gente ter as áreas cuidadas, as margens dos córregos reflorestadas é para que vocês tenham a oportunidade de ter água e água de qualidade. É pra isso que a gente trabalha”, disse o superintendente de Planejamento e Programas Especiais da Adasa, José Bento da Rocha.

 

O Projeto Produtor de Água no Pipiripau tem como parceiros a Agência Nacional de Águas (ANA), Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), as secretarias de Agricultura e de Meio Ambiente do Distrito Federal, Caesb, DER-DF, Emater-DF, Instituto Brasília Ambiental, Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste, Banco do Brasil, Fundação Banco do Brasil, Rede de Sementes do Cerrado, as ONGs TNC, WWF e Pé de Planta, Embrapa e Universidade de Brasília.

 

Plantio de árvore na região do Pipiripau, pelo projeto Produtor de Água

 

Plantio de 96 mil mudas
A Emater-DF e a Agência Nacional de Águas finalizaram o processo de contratação de mão de obra para produção de mudas de árvores para o projeto Produtor de Água do Pipiripau. Em parceria com a Secretaria de Agricultura, pelo menos 96 mil mudas de espécies nativas vão começar a ser produzidas na Granja do Ipê e destinadas à restauração florestal da Bacia do Ribeirão Pipiripau, em área de preservação permanente e reserva legal. Duas pessoas foram contratadas por dois anos para trabalhar na produção das mudas. Antes, quatro pessoas faziam esse trabalho.

 

As mudas serão plantadas em uma área de 48 hectares, que engloba 38 propriedades de produtores que participam do projeto. A proposta visa a melhoria qualitativa e quantitativa da água. A restauração florestal na Bacia do Pipiripau teve início em 2012. De lá para cá, aproximadamente 400 mil mudas foram plantadas em um total de 140 propriedades.

 

Para o coordenador do Programa de Manejo e Conservação do Solo da Emater-DF, Sumar Magalhães Ganem, o Produtor de Água do Ribeirão Pipiripau é um dos mais avançados modelos de preservação e recuperação ambiental para a área rural do DF. “É um grande exemplo de desenvolvimento rural sustentável, que conta com a participação e aquiescência efetiva da sociedade rural e urbana. Trata-se de uma iniciativa de grande sucesso e com grande repercussão em níveis distrital e nacional”, disse.

 

A Emater-DF

Empresa pública que integra o Sistema Agricultura do Distrito Federal junto com a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Ceasa. A Emater atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br