Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/02/17 às 8h38 - Atualizado em 29/10/18 às 11h40

Preservar para não faltar

 

Comunidade do Buriti Vermelho promove reflorestamento de matas ciliares em área de conservação ambiental para proteger as nascentes de água que abastecem a região

 

A Colônia Agrícola Buriti Vermelho fica a pouco mais de 80km do Plano Piloto, na região administrativa do Paranoá. Nesse local distante, conhecido por poucos brasilienses, vive uma comunidade de agricultores e trabalhadores rurais responsáveis por produzir hortaliças e frutas que abastecem as mesas de parte da população urbana.

 

Conscientes da importância dos recursos naturais, os moradores do núcleo rural realizaram, na manhã desta sexta-feira (17), um mutirão de reflorestamento das margens do reservatório que abastece as propriedades do local. Foram plantadas quatro mil mudas de espécies nativas do cerrado. A atividade contou com o apoio da Emater-DF, Secretaria de Agricultura, Administração Regional do Paranoá e do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) da cidade.

 

O presidente da Associação Comunitária da Colônia Agrícola Buriti Vermelho (ACBV), Cleone Alves, enxerga que a ação tem uma importância fundamental para toda a comunidade. “A nossa produção precisa da represa, do córrego e das nascentes. O que estamos fazendo hoje previne futuros problemas”, avaliou o agricultor, que planta e comercializa limões, além de outras frutas e hortaliças.

 

Para o administrador do Paranoá, Waldir Cordeiro, todos devem estar envolvidos nesse tipo de atividade. “Precisamos incluir também as escolas, trazer as crianças para ajudar a plantar mudas, mostrar a importância de se preservar as nascentes”, afirmou. A presidente do CDRS, Sandra Silva, acrescentou que se a comunidade cuidar dos recursos, todos ganham. “O reflexo desse trabalho não é agora. As futuras gerações poderão viver melhor se o ambiente estiver bem cuidado”, acredita.

 

Antecipação — De acordo com o gerente do escritório da Emater-DF no núcleo rural Jardim, Rafael Ventorim, desde 2015, a empresa realiza ações junto à comunidade no sentido de prevenir a falta de água. “Naquela época, estudos da Embrapa apontaram que a região poderia sofrer com poucas chuvas. Decidimos nos antecipar e promovemos várias oficinas e reuniões para debater o tema. Os próprios agricultores, então, concordaram que seria importante realizar o reflorestamento em volta do córrego”, conta o engenheiro agrônomo.

 

O núcleo rural Buriti Vermelho abriga 42 propriedades de agricultores familiares — das quais 32 captam água do córrego, por meio de um canal de irrigação coberto. A principal atividade econômica da região é a produção de hortaliças. Nas próximas semanas, a Emater-DF promoverá ações semelhantes no núcleo rural Jardim. As mudas foram fornecidas pela Secretaria de Agricultura, por meio do Programa Reflorestar.

 

Rinaldo Costa

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br