Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/05/14 às 11h03 - Atualizado em 29/10/18 às 11h18

Peixe para todos

 

A piscicultura é uma das atividades econômicas mais promissoras da área rural. Com 12% da água doce do planeta e um grande potencial para crescimento na produção e exportação, o Brasil é um celeiro de oportunidades para quem deseja iniciar na atividade. Esses foram alguns dos temas debatidos no Simpósio Hajapeixe de Aquicultura do DF e Ride e 14º Encontro de Piscicultores do DF e Entorno. O evento acontece no Espaço de Valorização da Agricultura Familiar (Evaf) da Agrobrasília.

 

De acordo com o secretário de Agricultura, Lúcio Valadão, poucas atividades no Distrito Federal têm recebido tanto apoio quanto a piscicultura, graças a um conjunto de atividades do GDF. “Numa parceria com o Ministério da Pesca e da Aquicultura, investimos R$ 5 milhões para ampliação do Mercado do Peixe (na Ceasa) e da Granja do Ipê”, explicou.

 

O secretário aproveitou para anunciar a presença do governador Agnelo Queiroz na Agrobrasília neste sábado (17), para assinar o decreto de criação da Câmara Setorial da Piscicultura, entre outras atividades. “Com isso, teremos mais um importante fórum de debate sobre a pesca e a aquicultura no Distrito Federal”, comemorou Lúcio Valadão.

 

O simpósio e encontro reuniu cerca de 60 pessoas, entre produtores, piscicultores, técnicos e representantes dos governos federal e local. Temas como perspectiva de mercado, tecnologias, comercialização, legislação, outorga de águas, licenciamento, crédito rural e outros foram debatidos. A atividade continua neste sábado (17), no Evaf, a partir das 9h.

 

Curso — Na terça-feira (13), primeiro dia da Agrobrasília, o médico veterinário da Emater-DF Carlos Goulart ministrou um curso de piscicultura para agricultores que visitavam a feira. Mais de cem pessoas participaram do curso, que começou às 9h e foi até o final da tarde. O circuito da piscicultura no Evaf é um dos mais visitados.

Segundo a coordenadora do programa de Piscicultura da Emater-DF, Florence Marie Berthier, o consumo de pescado em Brasília está acima da média nacional. “Enquanto o brasileiro come cerca de 9 quilos de peixe por ano, o brasiliense chega a 14 quilos. Ainda assim, produzimos apenas 20% do consumo local, o que demonstra o potencial de crescimento da atividade”, aponta.

 

Rinaldo Costa

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br