Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/09/13 às 9h45 - Atualizado em 29/10/18 às 10h46

Patrulhas de mecanização agrícola mudam realidade de agricultores no DF

 

Vários fatores contribuem para o bom desenvolvimento das cultivares. Dentre eles destaca-se o fato do florescimento da planta coincidir com o período chuvoso obtendo assim, frutos de qualidade. Outro fator importante é a preparação do solo, que deve estar bem arado. Um solo mal preparado gera mais gastos e a planta não respira direito causando estresse e diminuindo a produção.

 

Para isso existem máquinas que ajudam os produtores na hora do preparo do solo para receber as sementes. A Secretaria de Agricultura e a Emater-DF adquiriram, neste ano, mais de 20 patrulhas de mecanização agrícola, que foram disponibilizadas para associações e cooperativas de produtores rurais do DF, por meio de editais para seleção.

 

“Se antes a gente pagava R$ 130 por hora para alugar um trator particular, este custa R$ 60. Quanto mais produzirmos com menos gastos, melhor”, relata a agricultora Rita Firmino, moradora da área rural de Samambaia há mais de 15 anos. Já o presidente da Associação Rural de Samambaia, Benedito Ribeiro, diz que a iniciativa desmistifica a ideia que tudo tem que ser do governo. “Para usar o equipamento, os associados têm de pagar uma taxa de manutenção”, detalha o produtor.

 

Os equipamentos que a Secretaria de Agricultura dispunha eram limitados, além de poucos, vinham em épocas fora do período de plantio, prejudicando a colheita dos agricultores.

 

“Se alguma peça do trator quebrava nós precisávamos esperar alguém da Secretaria vir aqui e arrumar ou trocar a máquina, atrasando ainda mais as atividades. Hoje se der problema, como está sob responsabilidade da associação, eu mesmo chamo o técnico e pago a manutenção ou qualquer problema”, explica Benedito.

 

Entregas – Na tarde desta sexta-feira (20), a Emater-DF entrega a última das sete patrulhas de mecanização, no Núcleo Rural Córrego da Onça, em frente à Vila da Marinha, sentido Gama. Os kits foram financiados pela Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), por meio de convênio firmado com a Emater-DF, totalizando R$ 1,4 milhão — sendo R$ 1,2 milhão repassado pela Sudeco com contrapartida de R$ 244 mil da Emater-DF.

 

O objetivo do GDF é ampliar a produção local gerando mais emprego e renda, permitindo que todas as comunidades tenham acesso a tecnologias que melhorem as condições de produção.

 

Capacitação – Antes de entregar os maquinários, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) ministra o curso de tratorista para os interessados em manusear os equipamentos.

 

Elaine Carneiro
Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br