Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/08/19 às 8h15 - Atualizado em 23/08/19 às 14h11

Parceria entre Emater, Seagri e ANA vai produzir 96 mil mudas de árvores para Bacia do Pipiripau

 

Plantio de árvore na região do Pipiripau em 2017 – Foto: Tony Winston/Agência Brasília

 

A Emater-DF e a Agência Nacional de Águas (ANA) finalizaram o processo de contratação de mão de obra para produção de mudas de árvores para o projeto Produtor de Água do Pipiripau. Em parceria com a Secretaria de Agricultura, pelo menos 96 mil mudas de espécies nativas vão começar a ser produzidas na Granja do Ipê e destinadas à restauração florestal da Bacia do Ribeirão Pipiripau, em área de preservação permanente e reserva legal. Duas pessoas foram contratadas por dois anos para trabalhar na produção das mudas. Antes, quatro pessoas faziam esse trabalho.

 

Com parcerias, Emater-DF vai plantar 280 mil árvores no DF até 2021

Agrônomo da Emater-DF coordena plantio de 1 milhão de árvores, a maior parte no DF

 

As mudas serão plantadas em uma área de 48 hectares, que engloba 38 propriedades de produtores que participam do projeto. A proposta visa a melhoria qualitativa e quantitativa da água. A restauração florestal na Bacia do Pipiripau teve início em 2012. De lá para cá, aproximadamente 400 mil mudas foram plantadas em um total de 140 propriedades.

 

Área no Pipiripau que ganhou plantio de árvores para recuperação florestal

 

Na sequência ao plantio, o projeto fornece de graça aos produtores a manutenção das plantas pelo período dois anos. A manutenção inclui capinas e formação de aceiros (faixas de proteção contra o fogo, feitas ao redor e às vezes dentro das áreas de plantio evitando-se queimadas e incêndios).

 

Como parte da restauração florestal por meio do plantio, também é realizado o cercamento das áreas para evitar acesso de grandes animais permitindo a regeneração natural e semeadura direta de plantas nativas, com incremento à biodiversidade. A semeadura consiste no cultivo de plantas por meio do uso de sementes sem a necessidade de produzir mudas. As sementes são dispersas diretamente sobre o solo.

 

Preparação de muda de árvore para plantio – Foto: Tony Winston/Agência Brasília

 

Para o coordenador do Programa de Manejo e Conservação do Solo da Emater-DF, Sumar Magalhães Ganem, o Produtor de Água do Ribeirão Pipiripau é um dos mais avançados modelos de preservação e recuperação ambiental para a área rural do DF. “É um grande exemplo de desenvolvimento rural sustentável, que conta com a participação e aquiescência efetiva da sociedade rural e urbana. Trata-se de uma iniciativa de grande sucesso e com grande repercussão em níveis distrital e nacional”, disse.

 

Como pontos positivos do projeto, Sumar ressalta que o projeto atua na segurança hídrica e ambiental da bacia, remunera agricultores participantes, provê medidas de restauração ambiental, reduz processos erosivos e aumento da infiltração da água no solo e protege e recupera áreas de preservação ambiental.

 

Cachoeira no Ribeirão Pipiripau, na região em que é desenvolvido projeto de reflorestamento

 

O programa

Criado para proporcionar revitalização ambiental das bacias hidrográficas do Brasil, o programa Produtor de Água, de responsabilidade da Agência Nacional de Águas (ANA), tem como foco o estímulo ao Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). O programa existe desde 2001 e é realizado a nível nacional.

 

Na capital, atualmente, a ação está concentrada na Bacia do Pipiripau. O programa tem focado na manutenção de diversas atividades de interesse da sociedade, como a produção de frutas, grãos, carnes, lazer, proteção ambiental e captação de água para abastecimento humano. Desde a crise hídrica do DF, que teve início em janeiro de 2017, esse tipo de ação tem ganhado grande apelo da sociedade e de produtores locais.

 

Ocupando uma área total de 23.527 hectares, a bacia do Ribeirão Pipiripau localiza-se no nordeste do Distrito Federal na divisa com o município de Formosa (GO). A maior parte da área da bacia localiza-se no Distrito Federal (90,3%), sendo que a região que abriga a nascente do curso principal localiza-se em Goiás.

 

Ponte sobre o Ribeirão Pipiripau, em área de reflorestamento – Foto: Tony Winston/Agência Brasília

 

Financiado pelo governo federal, o projeto, atualmente, possui 17 parceiros, incluindo a Emater-DF e a ANA. Além da coordenação da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), participam do projeto Produtor de Águas as secretarias de Agricultura e de Meio Ambiente; a Caesb; o DER-DF; o Instituto Brasília Ambiental (Ibram); a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste; o Banco do Brasil; a Fundação Banco do Brasil; a Rede de Sementes do Cerrado; as ONGs TNC, WWF e Pede Planta; a Embrapa e a Universidade de Brasília (UnB).

 

Novos viveiros
O Projeto Produtor de Água do Pipiripau inaugurou quatro viveiros na bacia do Pipiripau nesta quinta-feira (22) em parceria com o Brasília Moto Capital. Parte do material dos espaços foi patrocinada pelo Brasília Moto Capital.

 

Os locais contemplados foram a Escola Classe Santos Dumont, o Centro Educacional Pipiripau II, a Associação dos Produtores Agroecológicos do Alto São Bartolomeu (Aprospera) e a propriedade do agricultor Vital de Morais Andrade, no Núcleo Rural Taquara. O viveiro da associação dos produtores comporta até 12 mil mudas e os demais, 6 mil.

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que integra o Sistema Agricultura do Distrito Federal junto com a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Ceasa. A Emater atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br