Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/03/16 às 11h28 - Atualizado em 29/10/18 às 11h36

Horta comunitária em São Sebastião recebe insumos e materiais

 

Até 2005, uma área de 5 mil m² ao lado da Quadra 12 do Morro Azul, em São Sebastião, servia como depósito irregular de entulho. Naquele ano, um grupo de moradores, com apoio da Emater-DF, começou a aproveitar o terreno para plantar legumes, verduras e frutas: nascia a Horta Orgânica Girassol. Atualmente, o espaço fornece alimentos para a própria comunidade e instituições parceiras. No último sábado (05), a Emater-DF doou equipamentos e insumos, além de iniciar um curso sobre plantas medicinais para os moradores da região.

 

Segundo a líder comunitária Hosana Alves do Nascimento, presidente da Associação dos Moradores do Morro Azul, o projeto é aberto a toda comunidade. “Temos dez pessoas cadastradas para plantar, cuidar da horta e organizar a distribuição dos alimentos”, explicou. As hortaliças vão para o Banco de Alimentos da Ceasa, além de serem doadas a instituições como a Creche da Vila da Boa. “Além disso, praticamos a economia solidária: os moradores da quadra pagam o que podem pelos legumes e verduras orgânicos”, completou Hosana.

 

De acordo com o coordenador do Programa de Agricultura Urbana da Emater-DF, Rogério Lúcio Vianna Júnior, a empresa firmou um convênio de R$ 800 mil com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), em 2011, para investir em hortas comunitárias e escolares. “Com esses recursos, pudemos comprar equipamentos como enxadas, pás e carrinhos de mão, além de insumos, adubos orgânicos e substratos”, explicou. Foram atendidas as hortas comunitárias de São Sebastião e Itapuã, sete hortas em unidades de internação de adolescentes infratores e 15 hortas escolares.

 

A construção de um galpão comunitário para beneficiamento das hortaliças, por meio de emenda parlamentar, foi anunciada pelo deputado distrital Lira (PHS), presente ao evento. Ao falar para a comunidade, ele anunciou ainda que está concluindo um projeto de lei para transformar a área de Morro Azul em parque ecológico, já que lá existem várias nascentes, entre outras condições que justificam a iniciativa.

 

Para o presidente da Emater-DF, Argileu Martins, a sinergia entre a empresa, outros órgãos do governo e a população garante a otimização dos recursos públicos e do trabalho desenvolvido. “Nossa empresa está cada vez mais perto da comunidade. Queremos agora acelerar o andamento das políticas públicas e mobilizar mais pessoas para participar desse projeto tão importante de segurança alimentar e nutricional”, observou.

 

Capacitação — No mesmo dia, a Emater-DF promoveu a primeira fase de um curso sobre plantas medicinais. Cerca de 25 pessoas participaram da aula, onde puderam trocar informações sobre as propriedades benéficas de várias hortaliças não-convencionais. O curso é composto de três etapas de cinco horas cada e é parte do trabalho desenvolvido pela empresa no apoio à horta. Frequentemente, o espaço é visitado pelo coordenador do programa de Agricultura Urbana da Emater-DF, que presta assistência técnica e repassa orientações e informações para os moradores da região.

 

 

Assessoria de Comunicação – Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br