Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/08/15 às 11h29 - Atualizado em 29/10/18 às 11h34

Emateres do Brasil selam parceira para melhorar a cadeia do leite

 

As Emateres do Brasil vão ampliar sua participação nas ações que envolverão incentivos à melhoria da qualidade do leite, à exportação e criação de um fundo nacional para a promoção do produto como artigo nobre de consumo. Em palestra durante a Audiência Pública para debater o déficit da balança comercial de lácteos registrado no primeiro semestre de 2015 e medidas de incentivo às exportações de lácteos, o presidente da Asbraer e da Emater-DF, Argileu Martins, referendou as deliberações da audiência, ressaltando o papel das Emateres na construção de um modelo de exportação para o leite, entre outras propostas.

 

A audiência pública, cujo proponente foi o deputado Alceu Moreira (PMDB/RS), aconteceu na manhã desta quinta-feira, 27, no Plenário 4, Anexo II, da Câmara dos Deputados. Entre os participantes estavam os deputados Zé Silva (SD/MG), Evair de Melo (PSB/ES) e o secretário de Política Agrícola do MAPA, Caio Rocha, entre outras autoridades da área agrícola e do legislativo.

 

Um congresso com todos os secretários de agricultura municipais em Brasília, premiando as melhores políticas por estado, a partir do MAPA, para que a experiência da pesquisa entre na porteira do produtor de leite foi outra proposta para melhorar o setor leiteiro.

 

“As Emateres têm que estar unidas com as secretarias de Agricultura dos municípios. Temos também que ter um fundo nacional para fazer a promoção do leite como artigo nobre de consumo”, afirmou o deputado Alceu Moreira, que coordenou a audiência. Para ele, o aprendizado de todo o processo da cadeira do leite é fundamental. “Os atores com poder de decisão estavam todos aqui nesta audiência. Com conhecimento, podemos contribuir muito. Temos de ter produtos de qualidade com certificação e a base disso é um bom serviço de formação e de orientação, que as Emateres poderão dar”, acrescentou o parlamentar.

 

O secretário de Política Agrícola, do MAPA, Caio Rocha, saiu motivado da audiência. “Vejo aqui todo o setor lácteo presente, toda a cadeia produtiva e a ação parlamentar indo na direção da melhoria da qualidade do leite. Isso é importante, porque hoje, em torno de 30% do leite não se enquadra dentro da Instrução Normativa 62 e faz com que o produtor não tenha o preço merecido. O MAPA tem a compreensão da importância da exportação par ao setor leiteiro. Aliás, essa foi uma das primeiras medidas tomada pela ministra Kátia Abreu, incluindo ai o mercado leiteiro”, ressaltou Rocha.

 

A motivação dessa ação por parte do MAPA está lastreada nos dois mercados internacionais que são a Rússia, que importa 7% da produção de leite do mundo e a China, que importa 14%. “Temos outros mercados, mas estes dois são fundamentais. Outra questão fundamental é uma área de defesa sanitária mais atuante e a parceria com os Estados nesse processo”, avaliou Caio Rocha, que afirmou que o MAPA está lançando, nos próximos dias, projeto de melhoria da qualidade do leite, envolvendo recursos suficientes para que impulsione a produção leiteira nacional.

 

Para o secretário, as Emateres são fundamentais nas questões do fomento, da inovação tecnológica, do aumento da produção, da produtividade e da qualidade dos produtos, neste caso, o leite. “Dentro de qualquer atividade da nossa agricultura, as Emateres são o elo que faz com que o que vem da pesquisa possa chegar ao produtor rural. Por isso, os recursos que o Estado coloca na extensão rural não são e nem pode ser considerados despesa pública. São investimento que retorna em bem-estar do produtor, em produção, produtividade e renda”, afirmou Caio Rocha.

 

O Presidente da Sub-Comissão de Política Agrícola, deputado Alceu Moreira (PMDB/RS), afirmou que os resultados da audiência serão importantes para alavancar a cadeia do leite. “Temos todo o diagnóstico da cadeia produtiva do leite pronto mas os elos da cadeia não estão unidos. O leite ainda tem quatro ou cinco vozes falando por ele. Vamos realizar um congresso com todos os secretários de agricultura municipais, em Brasília, premiando as melhores políticas por Estado para que a experiência da pesquisa entre na porteira do produtor”.

 

O presidente da Asbraer e da Emater-DF, Argileu Martins, ressaltou dados importantes em sua apresentação na audiência. “Sabemos que com conhecimento podemos contribuir muito. Temos de ter produtos de qualidade com certificação e a base disso é um bom serviço de formação e de orientação que as Emateres realizam. Os produtores de leite de baixa renda que recebem serviços de assistência técnica têm uma produtividade 13,6% maior do que os que não recebem. Os que estão em transição, têm sua produtividade aumentada em 27%. E os consolidados, que já participam de cooperativas, quando recebem assistência técnica aumentam sua produtividade em 43%. São dados muito importantes porque mostram que sem a tecnologia devida não vamos muito longe. E como a tecnologia já existe, o desafio nosso é como faremos para que esses 420 mil produtores que não comercializam entrem de vez no mercado”, observou Argileu.

 

Ele lembrou ainda que é preciso saber como as políticas públicas tratarão esses 420 mil produtores. “E ainda como poderemos conquistar novos mercados organizando os produtores. Fizemos uma tentativa com a Embrapa, há dois anos, e podemos aproveitar essa experiência”, avaliou.

 

Finalizando sua participação, Argileu assegurou que para a Asbraer está claro que a evolução na diversificação e na ampliação do mercado de exportação são questões cruciais para a cadeia do leite. “Temos uma rede de serviços para sermos parceiros de todos os que aqui estão representando seus segmentos na cadeia do leite. A Asbraer se coloca como parceira de vocês”.

 

Christina Abelha
Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br