Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/09/14 às 15h12 - Atualizado em 29/10/18 às 11h21

Emater qualifica empreendedores rurais

 

Há pouco mais de um mês, o produtor rural Helvécio Brasileiro conseguiu a autorização da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural do DF (Seagri) para comercializar sua produção. Instalada no núcleo rural Quintas do Vale Verde (região administrativa de Planaltina), sua agroindústria fabrica seis sabores de iogurte e já se prepara para lançar o queijo frescal. Helvécio foi um dos participantes do curso de Boas Práticas de Fabricação, promovido pela Emater-DF em seis etapas, e que se encerrou nesta terça-feira (9).

 

As aulas foram ministradas no Centro de Capacitação Tecnológica e Desenvolvimento Rural (Centrer) da Emater-DF, em Planaltina. Mais de 20 produtores e empreendedores rurais de várias regiões do DF concluíram o curso. Higiene na manipulação, estrutura e gestão da agroindústria, legislação, como montar o rótulo do produto, importância das informações nutricionais e vários outros temas foram abordados durante a capacitação. Uma visita à agroindústria Maldaner (foto) — a primeira do DF a obter o registro para processamento artesanal de alimentos, em 2011 — também fez parte da programação.

 

Segundo a coordenadora do Programa de Agroindústria da Emater-DF, Sônia Cascelli, as orientações são fundamentais para que os empreendimentos produzam alimentos com mais segurança. “Quando o empreendedor aplica as boas práticas, ele reduz custos e coloca no mercado um produto de alta qualidade. Além de atender à legislação, sua renda aumenta, ele pode contratar mais funcionários e crescer, o que dinamiza a economia do DF”, explica.

 

O empreendedor Helvécio Brasileiro é um exemplo de fidelidade às boas práticas e à legislação. “Acho importante esse apoio da Emater, porque nos dá a orientação necessária para tocar nosso negócio”, observa. Após a autorização do GDF, ele já está distribuindo iogurte em Planaltina e pensa em aumentar os pontos de venda. “Com planejamento e gestão corretas, é possível ganhar dinheiro com uma agroindústria”, acrescenta.

 

O Distrito Federal possui 28 empresas de processamento artesanal de alimentos registradas pelo GDF. Dessas, 24 participaram dos cursos de qualificação promovidos pela Emater-DF no Centrer. “Com isso, cumprimos nosso papel de extensionistas, que é capacitar os produtores para que levem alimentos seguros e de qualidade à mesa do consumidor brasiliense”, completa Sônia Cascelli.

 

Rinaldo Costa

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br