Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/10/17 às 10h53 - Atualizado em 29/10/18 às 11h42

Emater-DF realiza trabalho de uso racional da água para irrigação no Núcleo Rural Rio Preto

 

O uso de aspersores de menor vazão e um ajuste no sistema auxiliam na economia de água.

 

Uma economia de aproximadamente 30 mil litros de água por dia. Esse foi o resultado que o agricultor Francisco de Sousa obteve com a simples troca dos bicos dos aspersores que irrigam sua lavoura de repolho e brócolis para bicos de menor vazão. A ação da Emater-DF no Núcleo Rural Rio Preto visa contribuir para o uso racional da água na agricultura.

 

Ao notar que a maioria dos agricultores da região utilizavam em seu sistema de irrigação os bicos de aspersores de maior vazão, o agrônomo e extensionista rural da Emater-DF, Márcio Machado, propôs um teste: reduzir a vazão da água no aspersor e continuar o mesmo tempo de irrigação. O resultado foi economia de água e energia sem comprometer o desenvolvimento do plantio. “Eu não estava nem acreditando, mas quando ele mostrou, eu acreditei”, disse Francisco.

 

Segundo Márcio, quando se fala em irrigação por aspersão, o mais comum é o aspersor de bico longo verde, de vazão aproximada de 2.430 litros por hora. Quando trocado pelo de bico longo preto, que tem a vazão aproximada de 1.100 litros por hora, mantendo o mesmo tempo, pressão e a mesma área de irrigação, a economia é de 1.330 litros por hora por equipamento.

 

“Com o bico de maior vazão eu usava uma linha com cinco aspersores ligados por 20 minutos. Agora, com o mesmo tempo uso duas linhas, totalizando 10 aspersores por vez”, comemora o agricultor, que trocou 25 bicos em toda sua propriedade e diminuiu o tempo de irrigação total de 1h40 para 50 minutos. Essa redução refletiu no seu reservatório que secava de duas a três vezes no dia e hoje não secas mais. “Saiu barato e sei que vai gerar economia de água e de energia”, afirma.

 

Para o extensionista, os agricultores futuramente também terão economia no consumo dos insumos. “Quando há um excesso de água na irrigação, há um aumento de certas pragas, o que gera um maior uso de agrotóxicos e de adubação na plantação”, explica Márcio. Ele ainda ressalta a importância do processo ser orientado por um profissional com experiência em irrigação que possa otimizar o sistema sem prejudicar o plantio.

 

A Emater-DF já realizou essa ação em outras 10 propriedades na região. O próximo passo será a implantação do Irrigas, um aparelho simples que auxilia o agricultor a medir a quantidade de tempo que é necessário irrigar a sua lavoura. Essa ação vai complementar o trabalho de ajuste de irrigação das propriedades atendidas no Núcleo Rural Rio Preto.

 

explicacao

O extensionista Márcio Machado orienta o agricultor

 

produtor

Agricultor Francisco de Sousa mostra a troca realizada em sua propriedade

 

variostipos

Existem vários tipos de bicos com diferentes vazões, o técnico especializado orienta sobre a diferença

 

Diândria Daia

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br