Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/07/19 às 14h46 - Atualizado em 29/07/19 às 8h50

Emater-DF faz encontro técnico sobre melhoramento genético de milho orgânico

Produtores aprendem técnicas para o melhoramento genético do milho em encontro no PAD-DF

 

Técnicos da Emater-DF se reuniram com um grupo de agricultores dos assentamentos Estrela da Lua, da região do PAD-DF, e da Chapadinha, do Núcleo Rural de Sobradinho, para falar sobre técnicas de melhoramento genético de semente do milho. O encontro ocorreu na área da Agroecologia no espaço da Agricultura Familiar da Emater-DF, no Parque Ivaldo Cenci, nesta quinta-feira (25).

 

Emater-DF testa cultivo de fruta ‘do mato’ usada em doces finos e que custa até R$ 70 o quilo

Casal troca hortaliça por peixe e chega a 12 toneladas de pescado por ano

 

Encontro entre técnicos e produtores orgânicos no Espaço da Agricultura Familiar

 

Os produtores, que trabalham com produção de alimentos orgânicos, tiraram dúvidas com o pesquisador Altair Toledo Machado, da Embrapa, que falou sobre métodos de seleção da planta, do espigão, do grão e preparo da terra. De acordo com ele, com o melhoramento genético é possível obter maior produtividade, vigor da planta e maior resistência a pragas.

 

O melhoramento genético participativo permite ao agricultor montar um banco de sementes, um dos insumos mais caros da produção de milho, e economizar com agroquímicos, já que as plantas selecionadas são menos propensas a pragas.

 

O encontro foi viabilizado pela coordenadora de Agroecologia da Emater-DF, Isabella Belo, o engenheiro agrônomo Roberto Carneiro, e os extensionistas Yokowama Cabral e Maurício de Almeida, que atendem os produtores dos assentamentos.

 

O método de seleção permite o desenvolvimento de plantas mais resistentes e produtivas. Atualmente, muitos produtores cultivam o milho crioulo, menos produtivo. No entanto, Machado explica que é possível fazer o melhoramento genético ano a ano e melhorar o plantio. “Fazer essa seleção corresponde a aumentar a adaptação e a produtividade”, declarou.

 

O milho é cultivado em quase todas as regiões do país por ser uma cultura muito diversificada, seja para a exportação ou para a agricultura familiar, e está presente em todas as cadeias produtivas animais.

 

Milharal em produção orgânica da Emater-DF no Parque Ivando Cenci, no PAD-DF

 

Isabella Belo ressalta a importância do encontro e das explicações aos produtores de orgânicos. Para ela, a capacitação é fundamental para tornar a produção orgânica viável com o aumento da produtividade .“Todo sistema agroecológico precisa considerar o meio ambiente e a cadeia de produção dos nossos produtores”, disse.

 

A Emater-DF
Empresa pública que integra o Sistema Agricultura do Distrito Federal junto com a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Ceasa. A Emater atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 120 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br