Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/08/20 às 17h11 - Atualizado em 20/08/20 às 13h09

Emater-DF e Ministério da Agricultura entregam certificação orgânica a produtores de São Sebastião


Trabalho conjunto dos produtores da região e técnicos da Emater-DF garantiu conquista

 

A Emater-Df e o Ministério da Agricultura entregaram nesta quarta-feira (19) certificado de produção orgânica ao assentamento Nova Camapuã, na zona rural de São Sebastião. A partir de agora, os alimentos têm a garantia de serem elaborados de forma limpa, segura e sustentável. O assentamento tem 20 anos e, em seu início, a produção se limitava a cana, mandioca, abóbora e ovos. Hoje, o assentamento oferece uma grande variedade de produtos, que são entregues diretamente ao consumidor, além de feiras e pontos de venda na cidade.

 

Para o presidente da Cooperativa Agrícola da Colônia Nova Camapuã, Zânio Estácio da Silva, a certificação, feita por meio de uma organização de controle social (OCS), é um grande passo para os cooperados e também para a comunidade. “Nosso produto será bem mais valorizado agora, já que o preço do alimento orgânico é melhor. Vai trazer mais qualidade de vida para nossas famílias e o consumidor poderá ter a certeza da segurança do que oferecemos”, vislumbra.

 

Já a diretora-executiva da Emater-DF, Loiselene Trindade, fez questão de expressar o agradecimento à equipe do escritório em São Sebastião, ao Ministério da Agricultura e aos produtores da cooperativa. “É por meio do trabalho integrado que conseguimos trazer políticas públicas, inovação, tecnologia e investimento para o campo. Essa ação da Emater-DF reafirma a confiança que temos no esforço dos agricultores”, observou.

 


Loiselene Trindade, Lídia Jardim, Zânio da Silva e o superintendente do Ministério da
Agricultura William Barbosa apresentam a certificação do assentamento

 

Consolidação
O assentamento Nova Camapuã existe há 20 anos. Porém, só foi reconhecido em 2013. “Há quatro anos estamos trabalhando na certificação orgânica dos agricultores, que era um grande potencial e um desejo deles”, explica o gerente do escritório da Emater-DF em São Sebastião, Ivan Marques. Com essa certificação, a cidade contabiliza quatro grupos de produtores cujos produtos podem ser comercializados seguramente como orgânicos. O assentamento 1º de Julho está em fase final de certificação.

 

A organização de controle social (OCS) é uma forma de certificação onde os produtores fiscalizam uns aos outros, com supervisão do Ministério da Agricultura. “A Emater não chegou com a ‘novidade’. Apenas facilitamos a comunidade com os aspectos burocráticos, além de oferecer qualificação por meio de oficinas, visitas técnicas e cursos, dentre outros”, acrescenta a engenheira-agrônoma Lídia Jardim.

 

Atualmente, o assentamento produz mandioca, feijão, amendoim, cana, laranja, limão, batata-doce, mamão, banana, galinha caipira, ovos, couve, rúcula, alface, cebolinha, coentro e salsa, dentre outros.

 

 

 

A Emater-DF
Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br