Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/01/18 às 16h08 - Atualizado em 29/10/18 às 11h43

Emater-DF demonstra sistema de geração de energia solar

 

Economia de energia possibilita redução de custos de produção, além do ganho ambiental dessa energia renovável

 

A Emater-DF realizou, nessa terça-feira (23), uma demonstração do uso do sistema de geração de energia solar fotovoltaica. A atividade aconteceu em Planaltina-DF, na propriedade do agricultor Valter Baron, no Núcleo Rural Rio Preto, que adquiriu o equipamento por meio de financiamento pelo Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR). O evento contou com a presença de produtores, representante do sindicato rural, além da diretoria da Emater-DF e a empresa fornecedora da tecnologia.

 

“Que é uma tecnologia boa ambientalmente a gente já sabe, mas economicamente é viável?”, levanta Rodrigo Marques, diretor executivo da Emater-DF. Para ele, só o fato de ser ambientalmente correta já justifica a disseminação de seu uso. “Ao longo dos anos, esse sistema vem evoluindo e reduzindo os custos de sua implantação”, completa.

 

Em funcionamento há cerca de 60 dias, Valter conta que a tecnologia já mostra retorno financeiro. “Apenas em 22 dias do mês de janeiro o que foi gerado de energia equivale a R$ 379, o que significa 66% do que geralmente gasto no mês”, explica o agricultor. No caso de Valter, é possível ter um retorno imediato porque o valor médio de economia supera o valor das prestações do financiamento realizado com o apoio da Emater-DF.

 

Segundo Rodrigo, o objetivo da parceria que envolve a empresa fornecedora da tecnologia, a Emater-DF e a política pública de disponibilização de crédito é possibilitar ao produtor o acesso a inovações tecnológicas que de fato tragam retorno financeiro ao produtor. “Há anos a empresa investe em formação sobre energias renováveis e desde 2016 temos capacitado técnicos sobre energia solar”, explica o diretor.

 

Implantação

 

Para implantar a tecnologia na propriedade de Valter Baron, a empresa contratada realizou um estudo sobre as faturas de energia e sobre as atividades que ele desenvolve em sua produção para traçar o perfil de consumo energético do produtor. Assim, o sistema foi dimensionado para não ficar grande demais e ser oneroso e nem pequeno demais a ponto de não trazer o retorno necessário.

 

A engenheira eletricista, Karen Almeida, que participou da implantação do projeto junto com toda a equipe da empresa contratada, explica que foram instalados 72m² de placas solares no telhado do galpão. O lugar e a posição das placas foram escolhidos para pegar o melhor horário de exposição do sol ao longo de todo o ano.

 

“O sistema só funciona durante o dia e é conectado à rede de distribuição elétrica” explica Karen. Assim, o excedente de energia que o produtor não usar é devolvido para a companhia elétrica distribuidora e gera “créditos de compensação”, que são usados no momento em que a energia não está sendo gerada. “Esse sistema elimina o investimento em baterias para armazenar a energia”, explica a engenheira.

 

energia 2

energia 3

 

Diândria Daia

Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br