Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/11/16 às 11h48 - Atualizado em 29/10/18 às 11h39

Emater capacita alunos da Fábrica Social para cultivo hidropônico

 

Ação faz parte do programa Fábrica Social, que beneficia pessoas inscritas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal

 

A Emater-DF firmou parceria com a Fábrica Social, programa da Sedestmith. Na programação de cursos oferecidos pela Fábrica, a Empresa dará aulas de Produção e cultivo de alimentos saudáveis. A aula inaugural foi na manhã desta sexta-feira, 11, com a presença dos 56 alunos inscritos. O presidente da Emater-DF, Argileu Martins; o diretor-executivo, Rodrigo Marques; o sub-secretário de Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Hercílio da Costa Matos; o sub-secretário de Integração de Ações Sociais e diretor da Fábrica Social, Célio Silva, entre outras autoridades prestigiaram o evento. Os participantes são pessoas inscritas no Cadastro único para programas sociais, escolhidas por processo seletivo da Fábrica Social.

 

“Perguntaram-nos se a Emater ia fazer doação de sementes. Respondi que a Emater não dá o peixe, ensina a pescar. O que queremos, com esta parceria, é capacitar vocês para que possam atuar profissionalmente e levar esses conhecimentos para suas vidas”, afirmou Rodrigo Marques, ao dar início à aula inaugural.

 

Agradecendo à parceria da Fábrica com a Emater, Célio Silva lembrou os desafios que são a capacitação de 1450 pessoas – número de alunos do programa, distribuídos em vários cursos -, e o enriquecimento que significa um curso da área da agricultura.

 

Argileu Martins chamou a todos para uma reflexão e falou das possibilidades de os alunos se tornarem donos de seu próprio negócio ao término do curso. “Quando eu estava fazendo meu curso técnico os colegas diziam que o mais difícil era o sétimo ano, que é quando a gente se forma. Aí vem a pergunta: o que fazer? Pois a Emater está aqui para dizer para vocês que depois de capacitados neste curso, há oportunidades que o Governo oferece, para quem quiser tocar seu próprio negócio, duas linhas de financiamento que pode ajudar vocês: uma é o PRONAF Jovem (para quem tem de 16 a 29 anos), com juros de 2,5% ao ano. Além disso, temos o Prospera, que empresta recursos com juros de até 5% ao ano. Tudo para que vocês possam viabilizar seu negócio. O curso de Hidroponia, que vocês vão fazer aqui, é um curso de produção de alimento. E alimento é uma coisa que todos nós precisamos todos os dias”.

 

O Curso – com um total de 378 horas de aulas, o curso inclui conhecimentos básicos e específicos para produção hidropônica e semi hidropônica. Os alunos aprenderão desde a preparar estruturas metálicas para construção de estufas e bancadas, com a Secretaria de Agricultura, e com a Emater-DF toda a parte de manejo de agrotóxicos, equipamentos utilizados, manejo e fases do cultivo, manejo de pragas, colheita, desinfecção de bancadas, produção de mudas e comercialização.

 

Segundo o coordenador do programa de olericultura da Emater-DF, Antônio Dantas, “os cultivos hidropônico e o semi hidropônico têm crescido no DF e necessitam de mão de obra especializada e capacitada. Um trabalhador que possui conhecimento nessa área pode receber um salário médio de R$ 1.200,00”.

 

 

IMG 0200

 

Christina Abelha
Assessoria de Comunicação da Emater-DF

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede EMATER-DF CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: 3311-9330 E-mail: emater@emater.df.gov.br